<
>

Italiano: Milan consegue virada incrível e vence Juventus por 4 a 2 após sair perdendo por 2 a 0

Em um jogo completamente insano, e que certamente entrará para a história do Calcio, o Milan saiu perdendo por 2 a 0, mas virou e venceu a líder Juventus por 4 a 2, nesta terça-feira, pela 31ª rodada do Campeonato Italiano.

Depois de um 1º tempo bastante equilibrado e estudado, a etapa complementar foi marcada por uma verdadeira chuva de gols.

E o 1º deles foi antológico: Rabiot deu caneta em Theo Hernández, arrancou desde o meio-campo e, na meia-lua, soltou um foguete na gaveta de Donnarumma.

Golaço!!!

O tento claramente baquou o Milan, que levou o 2º logo em seguida: Cuadrado lançou de trás, Kjaer e Romagnoli bateram cabeça (literalmente) e a bola sobrou limpa para Cristiano Ronaldo só dar um tapa na saída do arqueiro rossonero para ampliar.

Quando parecia morto, porém, o gigante rubro-negro mostrou que sua camisa ainda entorna varal na Itália.

A reação começou após o árbitro Marco Guida olhar o VAR e marcar pênalti por bola na mão do zagueiro Bonucci. Na batida, Ibrahimovic só deslocou Szczesny para diminuir.

A partida ganhou vida nova, e o Milan partiu para cima com tudo em busca do empate.

E, em dois lances seguidos, o time comandado por Stefano Pioli conseguiu não só igualar como virar o placar.

O empate veio em linda triangulação; Çalhanoglu achou Ibra, que fez o pivô e entregou para Kessié. O africano driblou a marcação e bateu firme para marcar.

Com a Juve ainda zonza, veio mais um dos milanistas: Rafael Leão, que havia acabado de entrar, recebeu pela esquerda e finalizou no cantinho de Szczesny, contando com desvio em Rugani para matar o goleiro.

Depois disso, o clássico ficou ainda mais maluco, com os dois clubes perdendo chances incríveis de marcar.

Quem conseguiu colocar a bola na rede, porém, foi o Milan: Rebic recebeu cruzamento da esquerda e chutou com violência para estufar as redes e ratificar a vitória rossonera.

A Juventus não perdia um jogo após liderar por 2 a 0 desde 20 de outubro de 2013, quando caiu para a Fiorentina. Já o Milan nunca tinha vencido a "Velha Senhora" após a rival abrir dois gols de vantagem.

Com a derrota, a líder da Serie A não conseguiu aproveitar o tropeço da Lazio, que perdeu para o Lecce mais cedo, mas segue com 7 pontos de vantagem.

Os rubro-negros, por sua vez, ganham posições e sobem para o 5º lugar, entrando na zona de classificação para a Liga Europa.

Ficha técnica

Milan 4 x 2 Juventus

GOLS: Milan: Ibrahimovic (pênalti), Kessié, Rafael Leão e Rebic Juventus: Rabiot e Cristiano Ronaldo

MILAN: Donnarumma; Conti (Calabria), Kjaer, Romagnoli e Theo Hernández; Saelemaekers (Rafael Leão), Bennacer, Kessié e Lucas Paquetá (Çalhanoglu); Rebic (Krunic) e Ibrahimovic (Bonaventura) Técnico: Stefano Pioli

JUVENTUS: Szczesny; Cuadrado (Alex Sandro), Rugani, Bonucci e Danilo; Bentancur (Muratore), Rabiot (Matuidi) e Pjanic (Ramsey); Bernardeschi, Cristiano Ronaldo e Higuaín (Douglas Costa) Técnico: Maurizio Sarri

Estatísticas

Foi o 212º clássico entre Milan e Juventus na história

Paquetá fez seu 25º jogo pelo Milan na temporada

gol de Rabiot em 29 jogos com a camisa da Juventus

30º gol de Cristiano Ronaldo em 39 jogos pela Juventus na temporada

É a vez na temporada que Cristiano faz gols em 5 jogos seguidos na Serie A

gol de Cristiano como jogador da Juventus em 6 jogos contra o Milan

gol de Ibrahimovic em 13 jogos pelo Milan na temporada

gol de Kessié em 31 jogos pelo Milan na temporada

gol de Rafael Leão em 27 jogos pelo Milan na temporada

11º gol de Rebic em 24 jogos pelo Milan na temporada

vez que o Milan vence a Juve após sair perdendo por 2 a 0


Classificação

- Milan: 5º lugar, com 49 pontos
- Juventus: 1º lugar, com 75 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no final de semana, pela Serie A.

  • Sábado, 11/07, 16h45*, Juventus x Roma

  • Domingo, 12/07, 16h45*, Napoli x Milan

*horário de Brasília