<
>

Ibrahimovic segue sem modéstia após vitória sobre Ronaldo e diz: 'Se eu chegasse antes, Milan seria campeão'

Zlatan Ibrahimovic teve o dia perfeito para soltar algumas de suas melhores – e tradicionais frases. Sem nenhuma modéstia, o sueco aproveitou a virada incrível para cima da Juventus de Cristiano Ronaldo e brilhou como sempre em frente aos microfones.

“Se eu tivesse chegado aí Milan no início do campeonato, a gente venceria o Scudetto”, disse Ibra em entrevista à DAZN da Itália após a partida.

O sueco voltou ao Milan no começo de 2020, quando já haviam passado 17 rodadas do Campeonato Italiano. A equipe rossonera era a 11ª colocada, já com 21 pontos de desvantagem para a líder Juventus.

Com Ibra, o time de fato melhorou e hoje está na 5ª posição. A desvantagem para a Juve, porém, aumentou e agora é de 26 pontos.

O sueco fez 11 partidas pela Série A e marcou cinco gols. O Milan tem seis vitórias, três empates e duas derrotas com ele em campo na competição.

Ibra fica?

Outro ponto importante é que Ibrahimovic tem contrato só até o final desta temporada. E o sueco preferiu ser enigmático ao falar sobre o que vai acontecer depois disso.

“Veremos (sobre o futuro)... Agora, tenho um mês para me divertir. Estão acontecendo coisas (nos bastidores do Milan) que não tenho controle. Fico triste pelos torcedores, pois (antes da pandemia) podem ter sido a última vez que me viram ao vivo”, disse.

Já com 38 anos de idade, ele mesmo admite uma mudança no próprio estilo de jogo.

“Eu não tenho mais o físico de antes. Agora, jogo com a inteligência. O que eu quero é fazer a diferença. Não estou aqui para ser mascote. Quero dar resultados ao clube e aos torcedores”, diz.

Mas segue com as brincadeiras e com a autoestima de sempre!

“Se quero ser treinador (do Milan)? Não, não... Já sou presidente, jogador e treinador. Mas eles só me pagam como jogador, o que é ruim para mim...”, completa.