<
>

Imprensa paraguaia provoca Corinthians após eliminação para o Guaraní: 'Freguesia lendária'

Após a eliminação do Corinthians na pré-Libertadores para o Guaraní-PAR, a imprensa paraguaia aproveitou para provocar o Timão.

O jornal ABC Color, o principal veículo de imprensa do país vizinho, afirmou que o clube alvinegro tem uma "paternidad legendaria" para os aurinegros.

Explica-se: nos países de língua espanhola, diz-se que, quando um time é freguês do outro, o que sempre ganha é o "papá" (papai), enquanto o que perde é o "hijo" (filho).

Ou seja: o que o jornal quis dizer é que o Guaraní é o "papá" do Corinthians - ou seja, o Coringão é o "hijo", ou freguês, do time de Assunção.

Em seu texto sobre o jogo, o ABC Color ainda exaltou a entrega defensiva do time paraguaio e as defesas do goleiro Gaspar Servio nos minutos finais.

"O Guaraní sofreu com os últimos ataques do time local, e Servio foi a grande figura com defesas monumentais, que materializaram uma nova façanha dos Aborígenes, que agora tem como 'filho' o gigante brasileiro", escreveu.

"De quatro partidas entre ambos, são três vitórias do Guaraní. Em duas séries de ida e volta, são duas classificações paraguaias", completou.

Já o diário Última Hora descreveu com tons épicos a classificação dos estrangeiros em Itaquera.

"O Guaraní voltou a se agigantar em terras brasileiras, e ante o mesmo rival que eliminou na histórica campanha de 2015, quando alcançou as semifinais", salientou.

"O Aborígene caiu por 2 a 1 para o Corinthians, mas se classificou graças a um golaço de visitante anotado por Fernando Fernández, em uma partida duríssima", acrescentou.

"Uma grande partida da equipe de Gustavo Costas, que foi inteligente nos momentos de alta tensão", finalizou.