<
>

Em jogaço, Atlético de Madrid vira nos últimos 10 minutos, vence Barcelona e enfrenta Real Madrid na final da Supercopa da Espanha

Com um segundo tempo incrível, o Atlético de Madrid venceu o Barcelona por 3 a 2 em um dos jogos mais emocionantes da temporada, pela semifinal da Supercopa da Espanha, disputada na Arábia Saudita, e se classificou à final. Agora, os colchoneros terão pela frente ninguém menos que o seu maior rival, o Real Madrid. As equipes se enfrentam no domingo (12), às 15h (Brasília), com transmissão exclusiva da ESPN Brasil e do WatchESPN.

O jogo na Arábia foi um dos mais incríveis da temporada. Depois de um primeiro tempo morno, o Atlético abriu o placar com menos de 20 segundos da segunda etapa, após uma jogada espetacular de João Félix que terminou com Koke balançando a rede. Com Messi inspirado, o Barcelona foi pra cima e chegou a virada com gols do argentino e de Griezmann e ainda teve dois gols anulados pelo árbitro de vídeo. Com menos de dez minutos para o final, parecia que o Barça seria o adversário do Real na decisão, mas uma virada relâmpago do Atleti, com gols de Morata, de pênalti, e Correa, mudou toda a história da competição.

Ficha técnica

Barcelona 2 x 3 Atlético de Madrid

GOLS: Messi e Griezmann (BAR); Koke, Morata e Correa (ATL)

BARCELONA: Neto, Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Vidal e De Jong; Messi, Griezmann e Suárez; Técnico: Ernesto Valverde

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak, Trippier, Savic, Felipe e Renan Lodi; Thomas Partey, Héctor Herrera, Ángel Correa e Saúl; João Félix e Morata; Técnico: Simeone


Estatísticas

Com o gol hoje, Messi chegou aos 14 gols em 19 partidas de Supercopa da Espanha, sendo artilheiro absoluto da história da competição.

São também 31 gols de Messi contra o Atlético de Madrid em 40 jogos; os colchoneros são sua segunda vítima preferida, atrás apenas do Sevilla que sofreu 37 gols de Lionel em 38 partidas.

O gol de Griezmann foi o do atacante francês contra seu ex-clube desde que chegou ao Barcelona em julho de 2019.

Griezmann marcou contra todos os 36 times espanhóis que enfrentou desde que chegou à Espanha, ainda pela Real Sociedad.


Primeiro tempo morno, saída quente

O primeiro tempo foi bastante morno, com o Atlético se defendendo como de costume e o Barcelona com dificuldades para achar seus ataques. Os dois únicos destaques da primeira etapa ficaram para a furada de João Félix, que tentou cruzar bola pela esquerda e acabou protagonizando um lance digno de vídeo de trapalhadas, veja:

| Após passe de Lodi, João Félix tenta cruzamento de primeira, fura toscamente e cai de bunda no chão |

O outro lance do primeiro tempo foi uma bela defesa de Oblak quando Griezmann saiu cara a cara com o goleiro esloveno e tentou uma cavadinha, mas sem sucesso.

| Lei do ex? Griezmann dá cavadinha, mas Oblak faz linda defesa e salva Atlético |

Após o apito final, uma pequena confusão se instalou com os jogadores batendo boca e trocando empurrões no meio de campo.

| João Félix cresce para cima de Messi, Suárez não deixa barato para português, e craques causam balbúrdia no intervalo |


Segundo tempo espetacular!

O segundo tempo, porém, foi espetacular. Com menos de 20 segundos, o Atlético de Madrid abriu o placar após uma espetacular jogada do português João Félix e um lindo toque de Correa para Koke que, cara a cara com Neto, não perdoou

| Altinha nojenta, primeiro toque na bola e gol relâmpago; em 18 segundos, Atlético de Madrid fura defesa do Barcelona |

Atrás no placar, o Barcelona começou a ir com tudo para cima do Atlético em busca da virada e Messi mostrou estar "naqueles dias". Primeiro, o argentino empatou de perna direita após ganhar no pé de ferro do zagueiro Savic e fuzilar o gol de Oblak.

| Gol do Barcelona! Messi ganha de dois no 'pé de ferro', tira de Oblak com a perna direita e empata |

Na sequência, o argentino voltou a brilhar, chapelou um defensor, ajeitou e bateu com muita categoria, no cantinho de Oblak que nada pode fazer. No VAR, porém, a arbitragem viu toque no braço do argentino e anulou o tento.

| Messi dá drible de gênio, acerta tapa no cantinho e faz golaço, mas VAR anula |

Depois de muito pressionar, o Barcelona chegou à virada. Após cruzamento milimétrico de Alba, Suárez cabeceou e Oblak fez um milagre, mas a bola se ofereceu para Griezmann, livre na pequena área, marcar seu primeiro gol contra seu ex-clube.

| Após cruzamento perfeito de Alba, Suárez cabeceia, Oblak faz milagre, e Griezmann marca contra seu ex-clube |

A pressão catalã continuou e o VAR voltou a anular um gol blaugrana. Após falta de Messi para a área, Vidal ajeitou para o meio e o zagueiro Piqué mandou para o fundo da rede, mas o árbitro de vídeo viu impedimento milimétrico do chileno e anulou a jogada.

| Messi lança no capricho, Barcelona marca em jogada ensaiada de falta, mas VAR anula por impedimento milimétrico |

Já na reta final, Vitolo saiu cara a cara com o goleiro Neto, deixou o brasileiro para trás e foi derrubado dentro da área. A tecnologia marcou a penalidade e Morata cobrou com perfeição, empatando o jogo.

| Vitolo dribla Neto, sofre pênalti do brasileiro, e Morata empata; Simeone fica 'doidão' na comemoração |

Quando tudo se encaminhava para a prorrogação, a virada épica! Após linda enfiada de bola, Correa saiu cara a cara com Neto, bateu em cima do goleiro que acabou aceitando e bola foi entrando calmamente no gol. Piqué tentou cortar, mas não conseguiu chegar a tempo e a bola já havia entrado.

| Griezmann e Piqué falham, Correa dispara, e Atlético vira sobre o Barcelona no fim com requintes de crueldade |


Próximos jogos

O Atlético de Madrid enfrenta o Real Madrid no próximo domingo (12), às 15h, pela final da Supercopa da Espanha