<
>

Principal organizada do PSG diz que Neymar 'falta com respeito' e ameaça: 'Não tem mais o direito de errar'

A presença de Neymar na partida do Paris Saint-Germain contra o Strasbourg no sábado foi confirmada pelo técnico Tuchel nesta sexta-feira.

Como esperado, a recepção da torcida não deve ser das melhores, afinal, a relação entre os torcedores e o brasileiro estremeceu após toda a novela que foi criada para uma possível transferência de Neymar para o Barcelona. Antes da partida, a principal organizada do clube, a "Collectif Ultras Paris", lançou uma nota oficial condenando a postura do atacante.

"Futebolisticamente, Neymar é um dos maiores talentos de sua geração. Mas está longe de ser o ponto mais importante para nós hoje. O que nós condenamos é ele desrespeitar nosso clube várias vezes, até humilhá-lo algumas vezes", diz a nota. "Convidamos todos os torcedores parisienses que se sentiram chateados em um momentou ou outro para mostrar a ele hoje que ele não tem mais o direito de errar e que o caminho da redenção será longo... muito longo".

Os torcedores também dizem que não irão esquecer da declaração do atacante de que sua melhor lembrança em um vestiário de futebol foi após a goleada do Barça por 6 a 1 sobre o PSG em 2017 e, inclusive, cobram um pedido de desculpas públicas de Neymar.

Não é a primeira vez que a organizada se posiciona contra o camisa 10. No primeiro jogo em casa do Paris na temporada, contra o Nîmes, a torcida levou uma faixa com os dizeres "vaza daqui".

Confira a nota na íntegra:

Para encerrar as especulações e o entusiasmo da mídia nos últimos dias, gostaríamos de esclarecer nossa posição sobre o caso Neymar, a fim de evitar ambiguidades entre os frequentadores da “Virage” (arquibancada onde os ultras ficam no Parque dos Príncipes).

Futebolisticamente, Neymar é um dos maiores talentos de sua geração. Mas está longe de ser o ponto mais importante para nós hoje. O que nós condenamos é ele desrespeitar nosso clube várias vezes, até humilhá-lo algumas vezes. Adotar uma estratégia de comunicação desastrosa para deixar o PSG e, assim, ir para o Barcelona, um de nossos principais rivais europeus, deixando sua comitiva se expressar em seu lugar... exceto quando tratou de evocar suas melhores lembranças (declarou que sua maior vitória foi o 6 a 1 do Barça sobre o PSG)!

No momento em que nenhuma declaração pública da parte dele foi feita, muito menos um pedido de desculpas, e que ele logo entrará no gramado do NOSSO Parque dos Príncipes, somos legitimamente mais do que céticos em vê-lo para desenvolver uma nova temporada mais com a camisa parisiense...

A Virage Auteuil (arquibancada onde os ultras ficam no Parque dos Príncipes), que reúne os torcedores mais leais do clube, tem o dever de mostrar a ele que tudo isso não pode ficar sem consequências. É por isso que convidamos todos os torcedores parisienses que se sentiram chateados em um momento ou outro, para mostrar a ele hoje que ele não tem mais o direito de errar e que o caminho da redenção será longo... muito longo.

Diante disso, está fora de questão que penalizemos a equipe por conta de um único jogador. A partir de domingo, defenderemos a indiferença no que diz respeito a ele.