<
>

Ajax, Lyon e Atalanta: conheça 5 times para ficar de olho nesta Champions League

play
Champions League: especialistas da ESPN opinam qual time pode surpreender na briga pelo título (0:54)

Confira breves análises dos comentaristas dos canais ESPN (0:54)

Não é só os principais times e jogadores que chamam atenção ba Champions League. Além disso, algumas histórias também merecem atenção em especial a cada edição do torneio. Seja pelo papel de algum brasileiro, pelo fato de haver um estrante ou por estilo envolvente de jogar. Seja uma equipe com expectativa de ir longe ou não, o ESPN.com.br listou cinco clubes para se ficar de olho na competição em 2019-20.

Atalanta

Uma classificação às oitavas de final já seria motivo para muita comemoração para a Atalanta, ainda que tenha dado sorte e tenha caído em um grupo acessível para uma equipe do pote 4. As pretensões podem não ser muito altas, mas é inevitável a curiosidade sobre como será a primeira participação da história do time de Bérgamo na Champions. Depois de ter surpreendido e ter deixado times como Milan e Roma de fora do torneio e ter terminado na terceira colocação do Campeonato Italiano, à frente da Inter de Milão. Outro atrativo dos nerazzurri é o poder ofensivo, já que o time tiveram o melhor ataque da última Série A – destaque para Alejandro Gómez, líder em chances criadas (112) e assistências (11) na competição, além de autor de sete gols.

RB Leipzig

Fundado há dez anos e meio, o clube precisou de sete para saltar da quinta para a primeira divisão do Campeonato Alemão. Em três anos na elite, foi vice-campeão na temporada de estreia, acabou em sexto em 2017-18 e vem de um terceiro lugar na última campanha. O elenco foi mantido, e alguns jovens interessantes foram contratados, como os meio-campistas Christophe Nkunku e Hannes Wolf e o atacante Patrick Schick (empréstimo). Porém, o grande reforço está no banco de reservas. O técnico Julian Nagelsmann, de 32 anos, vem de um excelente trabalho no Hoffenheim e é possivelmente o técnico mais promissor na Europa. Além da história do Leipzig, enche os olhos o seu estilo de jogo envolvente e com grande entrosamento e dotado de um contra-ataque mortal. O trio Lukas Klostermann (lateral-direito), Marcel Halstenberg (lateral-esquerdo) e Timo Werner (atacante) pertence à seleção alemã e merece atenção especial.

Valencia

Um time de enorme qualidade e que vive um turbilhão às vésperas da Champions e em meio ao ano de seu centenário. O atual campeão da Copa do Rei, com vitória sobre o Barcelona na final, avançou até a última semifinal da Liga Europa e conseguiu a vaga no principal torneio de clubes do continente com uma quarta colocação em LaLiga. Apesar disso, o técnico Marcelo acaba de ser demitido em meio a atritos com o dono do clube, Peter Lim. Dentro de campo, o time bem-sucedido da última temporada é quase o mesmo, com mudanças significativas apenas no gol e no ataque – saíram Neto e Santi Mina para as chegadas de Jasper Cillessen e Maxi Gómez. Outro ponto digno de nota é a defesa da equipe, já que sofreu 35 gols no último Espanhol, um a menos do que o campeão Barcelona.

Lyon

O terceiro colocado do último Campeonato Francês e dono do segundo melhor ataque da competição, o Lyon passou por uma mudança significativa em seu elenco. Três titulares importantes - Tanguy Ndombelé, Ferland Mendy e Nabil Fekir - foram vendidos por um total de 127,75 milhões de euros. Por outro lado, o clube investiu 66 milhões de euros em jovens atletas: Jeff Reine-Adelaide (21 anos), Joachim Andersen (23), Youssouf Koné (23) e Jean Lucas (21). Além deles, também foi contratado o volante Thiago Mendes, ex-São Paulo e que estava no Lille, por 22 milhões de euros. A mudança mais curiosa para os brasileiros, no entanto, se deu fora das quatro linhas, com a contratação do técnico Sylvinho, ex-auxiliar de Tite na seleção brasileira, e do diretor esportivo, Juninho Pernambucano.

Ajax

Partidas disputadas de igual para igual com o Bayern de Munique ; goleada no Santiago Bernabéu e classificação diante do Real Madrid nas oitavas de final; classificação diante da Juventus de Cristiano Ronaldo nas quartas de final; e uma eliminação inacreditável na semifinal para o Tottenham, após ter ficado a segundos da classificação à decisão. Depois de uma campanha fabulosa em 2018-19, até onde pode ir o Ajax nesta temporada? Não houve desmanche no time de Amsterdã, embora dois dos principais nomes tenham saído: Matthijs de Ligt e Frenkie de Jong. Além deles, o único titular que saiu foi Lasse Schöne, enquanto que o ataque todo foi mantido. Como de praxe, o clube investiu em nomes promissores e sem grife. A defesa ainda passou por mudanças significativas. Se tiver um entrosamento rápido, quem sabe o Ajax não surpreenda novamente.