<
>

Figueirense dá novo WO, desta vez no Brasileiro de Aspirantes

play
Caso Figueirense: Mauro vê desunião no futebol brasileiro, cita jogador que minimizou atraso de salário e lembra episódio na Argentina (4:41)

Clube está devendo salários aos jogadores, que deram W.O em partida contra o Cuiabá (4:41)

De nada adiantou a nota oficial divulgada pela diretoria do Figueirense, nesta quinta-feira, em que os cartolas garantiram que os salários dos funcionários do clube e das categorias de base tinham sido quitados.

Nesta quinta, a equipe alvinegra voltou a dar um WO em partida oficial, assim como já havia ocorrido na terça-feira, quando o elenco profissional não entrou em campo contra o Cuiabá, pela Série B.

Aconteceu no jogo entre Figueirense e Santos, que estava marcado para 15h (de Brasília), no estádio Ulrico Mursa, em Santos, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro de Aspirantes (sub-23).

Assim como ocorreu na terça, os atletas do time catarinense não foram a campo e sequer cantaram o hino nacional - os integrantes do Peixe estiveram sozinhos em campo, ao lado do trio de arbitragem.

Desta forma, o árbitro Leandro Bizzio Marinho esperou até 15h30, conforme manda o regulamento, e, como a equipe de Florianópolis de fato não se apresentou, decretou o WO.

Com isso, o Santos foi declarado vencedor pelo placar de 3 a 0.

Mais cedo, a diretoria havia garantido que os salários dos funcionários e da base foram quitados.

"Conforme ratificado no termo de compromisso assinado com a Associação Figueirense, o Figueirense Futebol Clube informa que a regularização dos pagamentos de 2019 segue sendo feita até o dia 28 de agosto", escreveu o clube, em nota oficial.

"Conforme o planejamento financeiro preestabelecido pela diretoria, os salários dos funcionários, incluindo os da sede e do Centro de Formação e Treinamento (CFT) do Cambirela, foram colocados em dia nesta quinta-feira (22)", prosseguiu.

"As categorias sub-15 e sub-17, que também estão trabalhando normalmente, receberam duas ajudas de custo neste dia (22). O mesmo vale para as respectivas comissões técnicas", completou.