<
>

Cruzeiro: Sede é pichada com ameaças a Wagner e Itair: 'Sai ou morre'

A sede do Cruzeiro, no bairro do Barro Preto, em Belo Horizonte, amanheceu pichada neste sábado.

Vândalos escreveram ameaças ao presidente Wagner Pires de Sá e ao vice de futebol Itair Machado: "Sai ou morre".

Mais tarde, funcionários do clube pintaram as pichações.

A diretoria da Raposa vem sendo investigada pela Polícia Civil de Minas Gerais por suspeitas de crimes de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e falsidade ideológica, além de possíveis quebras de regra da Fifa, da Confederação Brasileira de Futebol e do Governo Federal.

Os escândalos no clube vieram à tona após matéria exibida pela TV Globo, em 26 de maio.

Nos últimos anos, o Cruzeiro aumentou sua dívida de R$ 384 milhões para R$ 520 milhões de 2017 para 2018 e ainda não teve o último balanço financeiro aprovado pelo Conselho Fiscal, que inclusive renunciou.

Nos próximos dias haverá eleição para novos integrantes do órgão.