<
>

Dois brasileiros e R$ 3,2 bilhões gastos: as 15 contratações mais caras do mercado europeu até agora

Mercado de transferências europeu começou a mil por hora e com aquisições importantes de grandes clubes do continente


A última temporada europeia mal acabou e os principais clubes do continente foram as compras para se reforçarem visando 2022/23, que se inicia no próximo mês de agosto.

O diário Sport, da Espanha, realizou um levantamento a respeito das 15 contratações mais caras deste mercado de transferências, e os números já impressionam.

Até o momento, foram gastos 578,2 milhões de euros, cerca de R$ 3,2 bilhões, com aquisições de novos atletas. Curiosamente, a transação mais cara aconteceu justamente por parte do Real Madrid, último campeão de LaLiga e da Uefa Champions League e que conta com um dos elencos mais fortes do mundo.

Os espanhóis pagaram 80 milhões de euros, cerca de R$ 443 milhões, em Aurélien Tchouameni, que estava no Monaco. É válido destacar que a negociação poderá ter um acréscimo de mais 20 milhões de euros, cerca de R$ 110 milhões, de acordo com clásulas variáveis do contrato entre as partes.

Vice-campeão da Uefa Champions League, o Liverpool tambpem agiu forte no mercado e anunciou a contratação de Darwin Núñez, que estava no Benfica, por 75 milhões de euros, cerca de R$ 415 milhões, segundo maior valor desembolsado até aqui no mercado europeu.

Ainda há outros 25 milhões de euros que poderão ser pagos pelo Liverpool em caso de objetivos alcançados. Com isso, o acordo poderá saltar até os 100 milhões de euros, algo em torno dos R$ 522 milhões.

A chegada de Darwin Núñez aos Reds será importante pela reposição a Sadio Mané. Astro dos Reds nos últimos anos, o senegalês foi negociado por 32 milhões de euros, cerca de R$ 170 milhões, ao Bayern de Munique, sendo esta a nona negociação mais cara.

Os destaques brasileiros não poderiam ficar de fora da lista. O Aston Villa, da Inglaterra, fez grandes investimentos em atletas do país para a próxima temporada.

O clube anunciou as aquisições do zagueiro Diego Carlos, que estava no Sevilla, por 31 milhões de euros, cerca de R$ 165 milhões, sendo este o 11° negócio mais caro do mercado, além de Philippe Coutinho, que pertencia ao Barcelona, por 20 milhões de euros, cerca de R$ 110 milhões, esta a última negociação mais cara do Velho Continente.

Confira abaixo todas as 15 negociações mais caras do mercado até aqui:

1 - Aurélien Tchouameni – Monaco para o Real Madrid - R$ 443 milhões

2 - Darwin Núñez – Benfica para o Liverpool - R$ 415 milhões

3 – Erling Haaland – Borussia Dortmund ao Manchester City – R$ 332 milhões

4 – Federico Chiesa – Fiorentina à Juventus – R$ 221 milhões

5 - Nuno Mendes – Sporting ao PSG – R$ 210 milhões

6 – Fábio Vieira – Porto ao Arsenal – R$ 193 milhões

7 - Nayef Aguerd – Rennes ao West Ham - R$ 193 milhões

8 - Brenden Aaronson – Red Bull Salzburg ao Leeds – R$ 182 milhões

9 – Sadio Mané – Liverpool ao Bayern de Munique – R$ 177 milhões

10 – Diego Carlos – Sevilla ao Aston Villa – R$ 171 milhões

11 - Karim Adeyemi – Red Bull Salzburg ao Borussia Dortmund – R$ 166 milhões

12 - Yves Bissouma – Brighton ao Tottenham – R$ 161 milhões 13 - Merih Demiral – Juventus à Atalanta – R$ 110 milhões

14 - Nico Schlotterbeck – Freiburg ao Borussia Dortmund – R$ 110 milhões

15 – Philippe Coutinho – Barcelona ao Aston Villa – R$ 110 milhões