<
>

Chat Aberto: Ranger fala de Flamengo, farpas, "foguetadas" e maturidade

Está no ar o Chat Aberto, programa de entrevistas do ESPN Esports Brasil. O convidado da semana é Filipe Brombilla, caçador do Flamengo no CBLoL conhecido como Ranger.

O jogador de League of Legends comentou a nova fase de sua carreira, o alto nível de sua performance, as “farpas” distribuídas a seus adversários e a maturidade que adquiriu em 2020, quando passou a trabalhar em gaming-office e trouxe a mãe para morar em São Paulo.

Ranger estreou no Flamengo em 2020 após uma temporada difícil na KaBuM, e começou no novo time “farpando” seus adversários. Ele justifica dizendo que é “difícil farpar quando você está perdendo”, e que sentiu apoio na torcida rubro-negra para “passar pano” independentemente do que o caçador dissesse.

O profissional fala ainda de ser considerado o melhor jungler brasileiro, dizendo que tenta não pensar nesse tipo de título. “No passado, eu já tive problemas por me achar melhor do que eu era. Eu tinha uma imagem elevada de mim mesmo, e isso voltou para me bater bastante”, confessa, dizendo que isso influenciou para que sua visão coletiva do jogo fosse apurada.

Confira a entrevista em vídeo!

Outras edições do Chat Aberto:

"Não é ostentação", diz PlayHard sobre nova mansão da LOUD

Inspirado por Derrick Rose, Absolut conta como superou lesão que o tirou do LoL por seis meses

Scrappy, o técnico espanhol que aprendeu português para 'evoluir' a Furia

Fitz diz que prefere jogar de GP e que 'Fiora foi um meme que pegou'