<
>

Associação de jogadores de CS, ESL e DreamHack fecham acordo em prol do ESL Pro Tour

Organizadoras de torneios firmaram parceria com a associação de jogadores de CS Helena Kristiansson

Em ação nunca antes vista nos esportes eletrônicos, ESL, DreamHack selaram uma parceria com a Counter-Strike Professional Players' Association (CSPPA) em prol da participação dos jogadores da modalidade no ESL Pro Tour, circuito criado no ano passado composto por 20 torneios e com premiação total de US$ 5 milhões.

O acordo é um novo capítulo na cooperação já existente entre as duas organizadoras de eventos de esports com a associação e "representa o esforço das três partes em garantir o contínuo crescimento da modalidade e a profissionalização do competitivo com o objetivo de atender as necessidades de jogadores e entidades que organizam os campeonatos".

CSPPA, ESL e DreamHack vão trabalhar em conjunto na gerência do circuito, participação nas receitas obtidas em negócios e definição de direitos e obrigações que os jogadores deverão cumprir nas competições. O calendário do ESL Pro League e as condições dos torneios promovidos pela ESL são outros assuntos que serão trabalhados pelas três partes.

No acordo fechado, ESL e DreamHack se comprometeram a manter o padrão atual dos torneios que realiza, como viagens e acomodações para sete membros por equipe, enquanto a CSPPA atuará como um representante dos jogadores em todos os assuntos relacionados as condições de trabalho. A associação elegerá também representantes para o conselho de jogadores da ESL Pro League.

Em comunicado, o diretor executivo da CSPPA, Mads Øland, disse que "a vida de um jogador gira em torno da participação em torneios disputados ao redor do mundo e isso torna as as condições de trabalho dos atletas uma prioridade essencial para a associação. O acordo solidifica a parceria entre CSPPA, ESL e DreamHack e estabelece a melhor base possível para elevarmos o competitivo de CS em benefício de todos os envolvidos".

A ASSOCIAÇÃO

A CSPPA foi anunciada em junho de 2019, sendo fundada por sete importantes jogadores do cenário internacional da modalidade, entre eles o brasileiro Taco.

Na época, como noticiado pelo HLTV.org, 90 jogadores já haviam se associado a associação, que tem como objetivo principal ajudar os atletas dando aconselhamento jurídico na questão de assinatura de contratos com equipes e organização, como também se tornar a voz coeltiva dos atletas de CS:GO e uma importante parte interessada no setor

ESL PRO TOUR

O ESL Pro Tour foi anunciado em setembr passado tendo como objetivo conectar as competições promovidas pelas duas organizadoras "em uma narrativa que se constrói para dois grandes campeonatos a cada ano".

O circuito terá duas divisões: Challenger e Master. A primeira servirá como "uma plataforma para equipes se elevarem aos torneios de nível Master", compostos em grande parte dos campeonatos que contam com premiação de US$ 250 mil ou mais e participação das melhores equipes do mundo.

Os campeonatos que fazem parte do ESL Pro Tour vão distribuir pontos para um ranking próprio do circuito, com as melhores equipes garantindo vagas para dois torneios do nível Master: ESL One Cologne e IEM Katowice.