<
>

Athletico-PR conheceu a Libertadores em 2000; agora, já superou Fluminense e Botafogo na história

O título da Copa do Brasil fez do Athletico-PR o primeiro representante do país garantido na Copa Libertadores de 2020. Será a sétima participação do clube no torneio, todas apenas nos anos 2000.

O número já é superior, na história, do que as vezes que clubes como Fluminense, seis, e Botafogo, cinco, disputaram a principal competição do continente.

A primeira vez do Athletico na Libertadores foi em 2000, quando a equipe foi até as oitavas de final, mas caiu diante do ainda ‘xará’ Atlético-MG, nos pênaltis.

A melhor participação do clube foi em 2005, quando avançou até a decisão, mas caiu mais uma vez para um brasileiro, perdendo o título para o São Paulo.

Além de 2000, 2005 e agora 2020, o Athletico também esteve nas Libertadores de 2002, 2014, 2017 e 2019 – na atual edição, caiu diante do Boca Juniors-ARG.

Considerando apenas os últimos dez, com quatro participações já incluindo 2020, o Athletico iguala as participações de São Paulo, Santos e Internacional (quatro cada), além de superar, fora Fluminense (três) e Botafogo (duas), também o Vasco (duas).

Os recordistas brasileiros em participações na Libertadores, desde 1960, são Grêmio, Palmeiras e São Paulo, todos com 19. O Athletico é 11º colocado no quesito.