<
>

Torcedores do Flamengo protestam em CT, atiram ovos e pipoca e batem em carro: 'Salário em dia, porrada em falta'

A torcida do Flamengo realizou, na manhã desta quarta-feira, protesto em frente ao centro de treinamento Ninho do Urubu, onde o time tinha atividade marcada para 9h30. O grupo cobrou as saídas de jogadores e do diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, além de mais empenho.

O momento de maior tensão foi quando o carro do vice-presidente de futebol Ricardo Lomba entrou no CT. Torcedores atiraram ovos e pipoca em direção ao veículo, que também foi alvo de tapas e socos nos vidros.

Em uma das faixas colocada em frente à porta de entrada do CT, lia-se “salário em dia, porrada em falta”. Logo abaixo, cobrança pela saída de Caetano e de seis atletas do atual elenco: Alex Muralha, Rafael Vaz, Márcio Araújo, Rômulo, Mancuello e Gabriel.

Em outras faixas, os torcedores também escreveram: "Se damos a vida, exigimos que vocês deem o sangue", "Gestão profi$$ional, futebol amador", "Queremos raça" e "(Presidente Eduardo) Bandeira, não somos empre$a. Respeite a nação".

Entre as palavras de ordem gritadas pelos rubro-negros, além de ofensas ("Caetano, vai se f..., o Flamengo não precisa de você"), os torcedores também cobraram ("Time sem vergonha", "honrem a camisa") e ameaçaram ("Se o Flamengo não vencer, a porrada vai comer").

A primeira pessoa do clube a chegar ao Ninho do Urubu foi o gerente de futebol Mozer, que entrou direto com seu carro, sem ter sido incomodado pelos torcedores. Policiais estavam no local e acompanharam toda a movimentação.

O Flamengo, que realiza seu último treino nesta manhã antes da viagem para enfrentar o Coritiba, na quinta-feira, está na sétima colocação do Campeonato Brasileiro, com 50 pontos. A vaga para a Copa Libertadores é ameaçada pelo rival Vasco, que vem logo atrás, em oitavo, com 49.

Em 2017, o clube rubro-negro amargou eliminação na primeira fase da Copa Libertadores e foi vice da Copa do Brasil, embora tenha conquistado o Campeonato Carioca. Na Sul-Americana, há mais uma chance de conquista (e vaga na Libertadores de 2018), com o time na semifinal.