<
>

UFC: Gilbert 'Durinho' diz que Kamaru Usman ultrapassou Georges St-Pierre como melhor meio-médio da história

Brasileiro aposta na vitória de Kamaru Usman em um possível embate contra Georges St-Pierre


No passado, a divisão dos meio-médios (77 kg) do UFC foi dominada por Georges St-Pierre e, atualmente, passou a ter como rei Kamaru Usman. Sendo assim, é natural que parte da comunidade do MMA imagine o que aconteceria, caso os dois grandes campeões da categoria se enfrentassem no octógono. Como além de atleta Gilbert Burns também é fã de lutas, projetou um duelo entre o canadense e o nigeriano e até palpitou.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, ‘Durinho’, que conhece Usman como poucos, o elogiou por suas conquistas no esporte e destacou sua transformação nele. No passado, o brasileiro e o nigeriano eram amigos, treinaram juntos por um longo período, e, mesmo sendo adversários no octógono, permaneceram com carinho um pelo outro. De acordo com o faixa-preta de jiu-jitsu, o atual campeão dos meio-médios do UFC está em um nível diferente não só dos demais competidores, como também de ‘GSP’, antigo rei da categoria.

A imprensa especializada constantemente especula a realização de uma possível superluta entre ‘GSP’ e Usman e o nigeriano não esconde que o canadense é o adversário dos deus sonhos por conta da história e do respeito que possui por ele. No entanto, ‘Rush’, de 40 anos, nega seu interesse no duelo e admite que medir forças com ‘The Nigerian Nightmare’ nos dias de hoje não seria algo agradável. Segundo ‘Durinho’, dá para entender a posição do veterano, pois o atual campeão do UFC não é apenas um wrestler e sim um dos lutadores mais completos, inteligentes e temidos do MMA. Não à toa, o atleta está invicto na organização.

A maneira como ele está dominando é muito mais atrativa do que a maneira de ‘GSP’. St-Pierre derrubava e fazia ground and pound, não eram vitórias tão convincentes às vezes, mas Usman está ganhando de forma convincente. Ele já é o melhor na minha opinião, mas acho que ainda está faltando mais defesas de título para encerrar a conversa. Eu tentei derrubá-lo e não consegui, Covington tentou derrubá-lo e não conseguiu, muitos outros tentaram, mas é realmente difícil”, declarou ‘Durinho’, antes de completar.

“Me lembro de acertar alguns golpes fortes nele, mas ele continuou. Acho que a trocação dele é superior a de ‘GSP’. Usman também está em outro nível no wrestling. Acho que, ambos no auge, apostaria em Usman. Ele não gostava de trocação, mas acho que houve uma mudança mudou depois do TUF. Ele já era um bom wrestler, um cara durão que treinava muito. Você podia ver que ele queria muito, mas ele se tornou diferente depois do TUF. Ele passou a treinar melhor, mais focado e estava muito mais confiante”, concluiu.

Atualmente, Kamaru Usman, de 34 anos, é um dos lutadores mais temidos não só do UFC, como também do MMA. O nigeriano estreou pela organização em 2015, disputou 15 lutas e venceu todas. Em 2019, o atleta conquistou o título dos meio-médios e, desde então, defendeu o cinturão em cinco oportunidades.

A dominância de ‘The Nigerian Nightmare’ nos meio-médios do UFC é tanta, que parte dos fãs e da imprensa especializada o compara com Georges St-Pierre, antigo rei da categoria. Seus principais triunfos foram sobre Colby Covington (duas vezes), Demian Maia, Gilbert ‘Durinho’, Leon Edwards, Jorge Masvidal (duas vezes), Rafael dos Anjos, Sean Strickland, e Tyron Woodley.