<
>

Frank Mir é nocauteado em estreia de evento que mistura regras do MMA e boxe

Grande destaque da noite foi o triunfo de Kubrat Pulev sobre Frank Mir, por nocaute técnico ainda no primeiro round de disputa


No último sábado (27), aconteceu um evento que pode ditar uma nova tendência nas artes marciais mistas: o Triad Combat. No show, que permite uma combinação de golpes de boxe e MMA, o grande destaque da noite foi o triunfo de Kubrat Pulev sobre Frank Mir, por nocaute técnico ainda no primeiro round de disputa.

Com as mãos pesadas de um pugilista profissional, Pulev não perdeu tempo para iniciar seus ataques ao ex-campeão dos pesados do UFC. Enquanto Kubrat engatava uma sequência de golpes, Mir buscava o clinch para sobreviver.

No entanto, Pulev acertou uma combinação limpa que colocou Mir cambaleando em pé. Nesse momento, o pugilista parou os ataques e só esperou a interrupção do árbitro.

Na co-luta da noite, Matt Mitrione, ex-lutador do UFC e do Bellator, também saiu com o sabor amargo da derrota em combate diante de Alexander Flores, por pontos.

Os dois lutadores começaram o confronto em um ritmo alto na trocação franca.

No segundo round, Mitrione acertou uma bomba e levou Flores ao chão. Porém, a partir dai em diante, Alexander começou a melhorar no combate e no sétimo assalto, devolveu o potente golpe no rival, que sentiu bastante e fez a diferença para sua vitória.

Outro combate que também agitou a noite foi de Mike Perry, que fez sua estreia na organização, mas ao contrário do seu ex-colega de UFC, saiu com a vitória. O americano superou Michael Seals por decisão dividida dos jurados.

Apesar de Perry ter sofrido knockdowns nos primeiros assaltos do confronto, o americano mostrou a sua agressividade de costume durante todo o embate.

O "Platinium" cresceu durante a luta e mostrou que ainda está com as mãos afiadas e a resistência de costume que o público acompanhava no UFC, para convencer os juízes do seu triunfo.