<
>

Fury nocauteia Wilder, vence trilogia contra rival e mantém cinturões e invencibilidade no boxe em luta épica

play
Fury consegue nocaute devastador contra Wilder, vence mais uma vez e mantém título mundial no boxe; veja como foi (0:59)

Britânico segue invicto no boxe | Assista ao melhor do boxe pela ESPN no Star+ (0:59)

Britânico castigou rival e venceu por nocaute no 11º round, mantendo os cinturões da WBC e The Ring em uma das melhores lutas do século.


Tyson Fury e Deontay Wilder fizeram neste sábado, em Las Vegas, o terceiro capítulo da maior rivalidade dos pesos pesados do boxe mundial na atualidade. E, pela segunda vez, o britânico levou a melhor.

Os grandes eventos do boxe mundial têm transmissão pela ESPN no Star+.

Apesar de ter ido ao chão duas vezes no mesmo round, Fury foi mais consistente e superou o rival após conseguir um nocaute no 11º e penúltimo round.

Na primeira luta entre os dois, em 2018, houve um empate. A revanche, em fevereiro do ano passado, terminou com vitória do britânico por nocaute técnico no 7º round após o córner de Wilder jogar a toalha.

No primeiro round, Wilder foi pra cima e machucou Fury com jabs na linha da cintura do rival e levou a melhor.

No segundo round, Fury acertou um diretaço que fez com que Wilder fosse ao chão e o árbitro abrisse contagem. O norte-americano devolveu no quarto assalto, acertou o britânico, que foi ao chão também.

Fury ainda chegou a cair pela segunda vez no quarto round.

Porém, nos assaltos seguintes o britânico castigou o norte-americano, deixando Wilder cambaleando no ringue e conectando os melhores golpes.

No décimo round, uma forte direita de Fury levou Wilder ao chão mais uma vez. E no 11º assalto, uma nova bomba do britânico levou o rival ao chão, e coube ao árbitro apenas encerrar o combate.

Fury (31 vitórias e 1 empate em 32 lutas) mantém assim seu cinturão do WBC e do 'The Ring' diante de Wilder (42-2-1).