<
>

UFC: Anderson Silva vê 'grande chance' de não se aposentar e deixa até porta para outra luta no Ultimate

play
Anderson Silva diz que não foi ele quem decidiu por despedida do UFC e afirma: 'Chance grande de seguir lutando' (1:35)

Spider falou com exclusividade ao ESPN.com.br e explicou que pode continuar lutando depois deste sábado (1:35)

O mundo se prepara para a despedida de Anderson Silva neste sábado, em luta diante de Uriah Hall. Mas isso pode não acontecer de verdade. Em conversa exclusiva com o ESPN.com.br, Spider confirmou que há grandes chances de seguir lutando em outro evento e deixou até as portas abertas para mais uma luta dentro do próprio UFC.

“Provavelmente é a última luta no UFC né?”, disse ao ser perguntado se estava se aposentando.

O ESPN.COM.BR ACOMPANHA TUDO DO EVENTO AO VIVO NESTE SÁBADO. CLIQUE AQUI E SIGA!

“Com certeza. Tem essa grande possibilidade de acontecer”, completou ao ser indagado sobre a possibilidade de lutar em outro evento ou até mesmo no boxe, modalidade que sempre teve o sonho de lutar profissionalmente.

A chance de seguir no UFC existe porque Anderson Silva tem ainda mais duas lutas em seu contrato (a desta final de semana contra Uriah Hall e mais uma). O brasileiro disse que não foi ele quem tomou a decisão de falar em despedida, citou os bastidores do Ultimate e manteve as portas abertas para realmente fazer o último combate que já tem assinado.

“Eu não tomei essa decisão, até porque tinha mais uma luta. Mas o Dana vendeu como a última luta. E eu falei OK. Se está falando que é a última luta, ele como patrão sabe o que está falando. E talvez seja minha última luta no UFC”, disse.

“Pode ser que tenha mais outra, pode ser que não. As pessoas não estão acostumadas com os bastidores do UFC. Estão acostumadas a ver o que tem em cima do bolo. Vamos ver, vamos esperar. Meu foco é essa luta, vamos ver o que vai acontecer”, completou.

Anderson Silva está com 45 anos de idade e vai para a 46ª luta de sua carreira. São 34 vitórias, 10 derrotas e um combate sem resultado até aqui.

Entre muitos recordes que ainda detém, ele foi o campeão mais longevo do UFC: 2.457 dias como o rei dos pesos médios.