<
>

UFC 254: Khabib massacra mais um, apaga Gaethje, cai no choro e se aposenta em homenagem ao pai

play
UFC: A última dança de Khabib! Veja como lenda detonou Gaethje, chorou pelo pai e se aposentou invicto (0:49)

Russo encerra sua carreira com 29 vitórias em 29 lutas (0:49)

Senhoras e senhores, o lutador mais dominante da história deu mais um show no UFC 254 e resolveu se aposentar. Khabib Nurmagomedov sobrou de novo e finalizou Justin Gaethje com um triângulo no 2º round. Depois, caiu no choro, emocionado pela primeira vitória após a morte do pai, que morreu em julho vítima da COVID-19, e anunciou que estava fazendo sua última luta.

"É minha última luta, não tem como eu fazer isso aqui sem meu pai, vir aqui e lutar sem ele. Prometi para minha mãe que era minha última luta e é isso. Saio do jeito que acho que devo sair, campeão indiscutível e sem derrotas. Obrigado pra todo mundo que me trouxe até aqui, obrigado ao Dana. Obrigado ao Justin também e saiba que uma hora vai acontecer com você também, a gente nunca sabe do futuro", disse Khabib.

Khabib manteve o cinturão dos pesos leve, que deve ficar vago agora. Ele se aposenta com um cartel absolutamente impressionante de 29 vitórias em 29 lutas como profissional.

Conteúdo patrocinado por Sportingbet

Khabib perdeu o pai, Abdulmanap, no começo de julho, vítima de complicações da COVID-19.

E Abdulmanap era mais que "apenas" o pai de Khabib. Era o treinador principal até hoje e o mentor de toda a carreira do filho. Era também o melhor amigo e o exemplo a se seguir.

De fato, já havia especulações de que a aposentadoria estava perto. Mas dizia-se que Khabib ainda faria mais uma luta para cumprir o último desejo do pai: ver o filho se aposentar no auge, com 30 vitórias em 30 lutas - e provavelmente se despedindo em confronto com Georges St-Pierre.

A luta

Neste sábado, Khabib e Gaethje começaram com uma luta surpreendentemente aberta em pé. O russo aceitou trocar golpes e até correu certos riscos. No fim do primeiro round, porém, levou a luta para o chão e começou a sobrar. Aproveitando que deixou o rival exausto rapidamente, derrubou de novo logo nos segundos iniciais do segundo round, encaixou um triângulo perfeito e conseguiu a finalização.

Gaethje chegou a dar os tapinhas de desistência, mas acabou apagado porque o juiz não viu e demorou demais para encerrar o combate.

Veja todos os resultados do UFC 254:

CARD PRINCIPAL

Khabib Nurmagomedov (RUS) finalizou Justin Gaethje (EUA) com um triângulo a 1:34 do 2º round - pelo cinturão dos leves
Robert Witthaker (AUS) venceu Jared Cannonier (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) - médios
Alexander Volkov (RUS) nocauteou Wal Harris (EUA) a 1:15 do 2º round - pesados
Phil Hawes (EUA) nocauteou Jacob Malkoun (AUS) a 0:18 do 1º round - médios
Lauren Murphy (EUA) finalizou Liliya Shakirova (UZB) com um mata-leão a 3:31 do 2º round. - moscas feminino
Magomed Ankalaev (RUS) nocauteou Ion Cutelaba (MOL) aos 4:19 do 1º round - meio-pesados

CARD PRELIMINAR

Tai Tuivasa (AUS) nocauteou Stefan Struve (HOL) aos 4:59 do 1º round - pesados
Casey Kenney (EUA) venceu Nathaniel Wood (ING) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - peso combinado
Shavkat Rakhmonov (CAZ) finalizou Alex Cowboy (BRA) com uma guilhotina aos 4:40 do 1º round - meio-médios
Da Un Jung (COR) e Sam Alvey (EUA) empataram (29-28, 28-29 e 28-28) - meio-pesados
Miranda Maverick (EUA) nocauteou Liana Jojua (RUS) com interrupção médica ao fim do 1º round - moscas feminino
Joel Álvarez (ESP) finalizou Alexander Yakovlev (RUS) com uma chave de braço aos 3:00 do 1º round - leves