<
>

UFC: Floyd Mayweather define bolsa de R$ 1,6 bilhão para encarar Conor ou Khabib

play
Dana White confirma próximos eventos do UFC na Ilha da Luta e se empolga com Adesanya x Borrachinha: 'Sem dúvida, vai ser a luta do ano' (0:49)

Além do UFC 253, UFC 254 com Khabib Nurmagomedov x Justin Gaethje também será em Abu Dhabi (0:49)

Ao que parece, Floyd Mayweather estaria disposto a encarar Conor McGregor novamente no ringue, desde que sua bolsa chegue a 300 milhões de dólares (cerca de R$ 1,6 bilhão). O valor definido por ‘Money’, como é conhecido, seria o mesmo cobrado por ele caso Khabib Nurmagomedov – campeão peso-leve (70 kg) do UFC – tivesse o interesse de se testar na nobre arte contra a lenda do boxe.

A revelação foi feita pelo próprio Mayweather em entrevista ao podcast ‘Club Shay Shay’. O americano ainda ressaltou que não possui mais interesse em confrontos diante de pugilistas renomados, e busca apenas duelos contra atletas que lhe ofereceriam pouca resistência no ringue, como Conor e Khabib, em sua visão.

Sobre McGregor, a quem enfrentou e superou em 2017, Floyd foi além, ao afirmar que o irlandês não sabia socar. Ao relembrar o duelo, o americano revelou que chegou a pensar durante a luta: “Esse cara soca tão fraco”.

Aos 43 anos e com 50 lutas como profissional, além de sua trajetória no boxe amador, Mayweather preza agora por sua saúde e, portanto, quer evitar possíveis danos desnecessários que possam prejudicá-lo no futuro, como aconteceu com outros grandes pugilistas, como Muhammad Ali.

Ainda que o ex-campeão mundial de boxe tenha flertado com um retorno aos ringues desde o final do ano passado, inclusive sugerindo um novo confronto contra uma estrela do UFC, não existe nenhum indício que sua volta possa ser concretizada em breve.

Em 2017, Floyd Mayweather retornou de sua segunda aposentadoria para encarar a estrela do UFC Conor McGregor, em um combate que lhe rendeu enorme retorno financeiro. O pugilista precisou de dez rounds para vencer o ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do Ultimate por nocaute técnico.