<
>

Mayweather oferece quase R$ 1 bilhão por revanche com McGregor e já escolheu data e local para luta, diz jornal

play
UFC: McGregor aparece 'completamente alterado' na rua e manda 'salve' para o Brasil; VEJA (0:10)

Lutador irlandês postou o vídeo em suas redes sociais | Twitter @TheNotoriousMMA (0:10)

Segundo o The Sun, o pugilista norte-americano deseja uma revanche com o ex-campeão do UFC e ofereceu cerca de R$ 820 milhões


Quase cinco anos depois do primeiro duelo, a revanche entre Floyd Mayweather e Conor McGregor pode sair do campo das especulações e se materializar. Pelo menos esse parece ser o desejo do lendário pugilista. De acordo com o tabloide The Sun, citando uma fonte não revelada, Money teria oferecido 150 milhões de euros (o equivalente a 157 milhões de dólares ou cerca de R$ 820 milhões) para o ex-campeão do UFC aceitar enfrentá-lo novamente no ringue.

Ainda de acordo com a publicação, Mayweather, de 45 anos, teria em seus planos levar a revanche com McGregor para o Oriente Médio, e consideraria o mês de março do ano que vem como data preferencial para o evento. O tabloide também relata que, segundo suas fontes, Money ainda gostaria de promover no mesmo show a disputa entre Gervonta Davis e Ryan Garcia, duas novas estrelas do boxe mundial.

Floyd Mayweather e Conor McGregor se enfrentaram pela primeira vez em agosto de 2017, em uma superluta de boxe que colocou frente a frente dois dos maiores astros dos esportes de combate de todos os tempos. O confronto – vencido pelo americano, por nocaute técnico, no décimo round – movimentou milhões de dólares e entrou para a história como a segunda maior venda de pay-per-view de todos os tempos envolvendo os esportes de combate (cerca de 4 milhões de telespectadores).

Recentemente, rumores sobre uma possível negociação entre Mayweather e McGregor sobre a revanche ganharam as manchetes de alguns veículos da imprensa especializada. O motivo foi um posta do atleta irlandês em suas redes sociais com a mensagem ‘eu aceito’ com uma foto do primeiro confronto entre ele e o invicto pugilista americano.

Porém, Dana White – presidente do UFC, com quem Conor possui contrato vigente – tratou de esfriar as especulações e descartou ter interesse em ceder novamente seu principal astro para atuar no boxe contra Money. Além disso, o dirigente cravou que o retorno do ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do Ultimate, que se recupera de uma grave lesão sofrida no ano passado, será dentro do octógono mais famoso do mundo.