<
>

UFC: Gregory 'Robocop' celebra escolha de adversário nocauteador em sua próxima luta

play
UFC: Deiveson revela por que não quer lutar com Moreno pela 4ª vez; VEJA (1:29)

Brasileiro falou com exclusividade à ESPN (1:29)

"Se vocês gostam de violência, vocês vão gostar dessa aqui! Se preparem para essa luta!" escreveu o brasileiro


Gregory Rodrigues mal lutou e já descobriu seu próximo compromisso no UFC. Após impressionar ao castigar e nocautear Julian Marquez no primeiro round, em junho, no Texas (EUA), ‘Robocop’ vai ter pela frente o perigoso striker Chidi Njokuani no dia 17 de setembro, ainda sem local definido. A informação foi divulgada pelo site ‘MMA Fighting’ e confirmada pelo próprio lutador brasileiro.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Gregory não só aprovou o nome de Njokuani, como também comemorou o fato de enfrentar um atleta que possui um estilo agressivo no octógono, baseado na trocação. Por dentro do jogo do adversário, o brasileiro avisa que a luta tem tudo para animar os fãs de MMA e roubar a cena do evento do UFC. Inclusive, o vencedor do embate vai se aproximar de integrar o top-15 do peso-médio (84 kg) da companhia.

“Se vocês gostam de violência, vocês vão gostar dessa aqui! Se preparem para essa luta!”, escreveu o brasileiro em sua conta oficial no ‘Instagram’.

Gregory Rodrigues, de 30 anos, vive boa fase no UFC. ‘Robocop’ estreou na organização em 2021 e já disputou quatro lutas. No octógono, o brasileiro venceu três combates, sendo dois por nocaute, e perdeu apenas uma vez, por decisão dividida. Inclusive, tal resultado gerou discussão na comunidade do MMA. Seus principais triunfos foram sobre Dusko Todorovic, Julian Marquez e Jun Yong Park. Antes de integrar o Ultimate, o atleta foi campeão do peso-médio do LFA.

Chidi Njokuani, de 33 anos, vive grande fase no UFC. O americano foi contratado pela organização em 2021, via reality show ‘Contender Series’. Nela, ‘Bang Bang’ disputou duas lutas, nocauteou Marc-André Barriault e Dusko Todorovic no primeiro round e faturou dois bônus de ‘performance da noite. No MMA, o atleta possui um cartel composto por 22 triunfos, sendo 14 por nocaute, sete derrotas e um ‘no contest’ (sem resultado).