<
>

UFC: após levar 'nocaute do ano', Tony Ferguson revela perda de memória e 'sensação assustadora' em desabafo

Tony Ferguson revela perda de memória após luta fantástica pelo UFC


No último sábado (7), Tony Ferguson deu um susto nos seus fãs. O americano foi nocauteado por Michael Chandler com um chute frontal no UFC 274 e caiu apagado dentro do octógono, demorando um bom tempo para abrir os olhos. Praticamente uma semana depois do ocorrido, o ‘El Cucuy’ abriu o jogo sobre o final do combate.

Através das suas redes sociais, o ex-campeão interino do peso-leve (70 kg) revelou que teve perda de memória do momento do nocaute até receber o atendimento dos médicos na ambulância do local. Além disso, Ferguson fez questão de parabenizar seu algoz e afirmou que vai tirar lições desta derrota.

“Galera, eu tomei um grande chute nesse último sábado dentro do octógono. Me deixou apagado por um bom tempo e foi uma sensação assustadora não conseguir lembrar de nada do começo do segundo round até o momento que eu entrei na ambulância. Agradeço a Deus todos os dias por ter conseguido retomar a consciência. Deveria ter agido de maneira diferente, levantando as minhas mãos e deixando o meu queixo baixo. Perdi por minha culpa e méritos de Chandler pelo nocaute espetacular. Tenho muito a evoluir, não apenas lutando. Uma guerra de cada vez. Não sou perfeito, mas vou continuar buscando por isso dentro e fora da academia”, escreveu.

Tony Ferguson vive momento delicado no MMA. Depois de engatar uma sequência de 12 vitórias, o americano agora acumula quatro reveses seguidos e não tem mais o ‘hype’ de outrora na organização, ocupando o décimo lugar do ranking da categoria dos leves. O ‘El Cucuy’ não vence um combate desde junho de 2019, quando superou Donald Cerrone.