<
>

Santos: João Paulo passou pelo Grêmio, esperou mais de cinco anos para ser titular e agora é destaque

play
Gols, carisma e liderança: Marinho assume o papel de protagonista do Santos no Brasileirão (1:16)

Santos de Marinho encara o São Paulo neste sábado, às 19h (1:16)

Antes de virar destaque do Santos e um dos jogadores mais queridos pela torcida, João Paulo precisou ter muita paciência. Há uma década na Vila Belmiro, o goleiro esperou cinco anos até ter uma chance para mostrar seu valor. Ele estará em campo contra o Delfín pela Conmebol Libertadores, nesta quinta-feira.

Natural de Dourados-MS, o goleiro começou a aparecer durante uma seletiva para a Copa São Paulo de 2010.

Três anos mais novo que a idade limite, João era apenas a terceira opção, mas contou com o acaso para entrar na final contra o favorito Cene-MS. O titular não poderia jogar porque estava expulso e o reserva se lesionou em um treino às vésperas da partida.

“Uma hora antes dos jogadores chegarem ao vestiário, eu entrei sozinho com o João para conversarmos. Tentei passar tranquilidade e disse que acontecesse o que fosse dentro de campo nós estaríamos com ele. Eu não esqueço esse dia porque nós criamos uma amizade”, disse Daniel Medeiros, agente do jogador, ao ESPN.com.br.

A confiança rendeu resultado. João Paulo fechou o gol nas partidas finais, barrou os antigos titulares e foi campeão da seletiva.

Logo em seguida, o goleiro foi para a base do Grêmio, mas não conseguiu apresentar o mesmo nível e foi dispensado depois de quatro meses.

Daniel levou João para o Grêmio São Carlense-SP, no qual o goleiro passou enormes dificuldades financeiras e até com alimentação.

Mesmo assim, ele se destacou no Paulista sub-17 e foi procurado por Santos e Fluminense.

“Como nós já tínhamos jogadores na base do Santos nós optamos por lá. Ele chegou em setembro e em novembro e na Copa Santiago já virou titular no segundo jogo. Em todas as oportunidades na vida ele nunca deixou passar. Algumas pessoas estão surpresas como ele tem jogado, mas nós não estamos”, disse Daniel.

O arqueiro foi campeão da Copa São Paulo de 2014 com uma atuação de destaque na final contra o Corinthians. Pouco depois da partida, ele estreou em partidas amistosas pelo profissional, defendendo um pênalti contra o Benfica na Vila Belmiro, em 2016.

A primeira partida oficial, porém, só aconteceu na 14ª rodada do Brasileirão de 2017. O goleiro teve uma ótima atuação no empate em 0 a 0 contra o Vasco, no Engenhão.

Depois de permanecer mais alguns anos na reserva, o arqueiro contou com o acaso para voltar a atuar. Depois de Everson entrar na Justiça contra o Santos e Vladimir sofrer uma lesão, João Paulo passou a jogar. Foi tão bem que não perdeu mais a posição.

“Nós sabíamos que a oportunidade iria chegar e ele precisava estar pronto. O João estava preparado para isso. É um cara muito centrado”, explicou Daniel. Desde que o João Paulo começou a jogar com frequência, Daniel conta que vários empresários procuraram o arqueiro para assinar contrato e mudar de agente.

“Ele não se afeta com isso. Várias vezes fomos atrás de patrocinadores de luvas e chuteiras e ninguém nos queria. Hoje, todo mundo quer patrociná-lo, mas ele valoriza quem está com ele desde o começo”, contou.

play
1:16

Gols, carisma e liderança: Marinho assume o papel de protagonista do Santos no Brasileirão

Santos de Marinho encara o São Paulo neste sábado, às 19h

Vida familiar

Daniel revela que João Paulo não gostava muito de estudar e que sempre quis ser goleiro. Antes do futebol, o jogador chegou a ajudar o pai, que vendia alimentos.

Casado com a namorada de adolescência, o goleiro perdeu anos arás um filho poucos dias após o nascimento prematuro. Algum tempo depois, o casal teve o menino Bryan.

O goleiro é descrito pelo amigo como uma pessoa muito apegada aos familiares e de poucas palavras no dia a dia. Ele irá trazer os parentes do Mato Grosso do SUl para morarem em Santos.

Renovação de contrato

Até poucos dias atrás, João Paulo ainda não tinha renovado contrato com o Santos. Daniel afirma que não sentiu uma valorização por parte da presidência em fazer um novo vínculo, mas renovou o vínculo por mais cinco anos.

“Na semana que estávamos em Santos para ter a primeira conversa o João teve a primeira chance como titular contra o Athletico-PR. A gente poderia ter a mesma atitude de outros empresários, mas jamais faríamos isso”.

“O Jorge de Andrade pediu para confiar que iria fazer a renovação. Não pedimos nada a mais do que tínhamos falado antes. Fui muito criticado por isso, mas tenho a consciência tranquilo de que fizemos a coisa certa. Cumpri o pedido do João de valorizar o clube que abriu as portas para ele”, contou.

Vários veículos de imprensa publicaram que o Flamengo tinha interesse no goleiro.

“Se o João quisesse sair do Santos ele teria a oferta de um dos maiores clubes do Brasil, que prefiro não falar o nome, que fez uma oferta salarial muito maior”.

Daniel diz que um agente Fifa o procurou com uma oferta da Atalanta, da Itália.

“Eu fui bem enfático e mandei falar diretamente com o clube. Hoje, pela situação do Santos não vou te falar que seja impossível ele sair. O desejo dele é permanecer no clube e dar a resposta a torcida”, disse.

A Libertadores chega à sua quarta rodada da fase de grupos com cobertura total em ESPN.com.br e ESPN Brasil e com transmissão de SEIS partidas ao vivo nos canais FOX Sports (veja quais abaixo).

Veja, abaixo, dias e horários da quarta rodada da Libertadores da América e os jogos com transmissão dos canais FOX Sports

Quinta-feira, 24 de setembro
Grupo C
19h - Jorge Wilstermann-BOL x Peñarol-URU

Grupo G
23h - Delfín-EQU x Santos

Grupo H
21h - Independiente de Medellín-COL x Boca Juniors-ARG

*Horários de Brasília