<
>

'Ele deu cinco canetas e os caras queriam matá-lo': como foi 1º treino de joia que impressionou Manchester United, mas se perdeu

Adnan Januzaj surgiu como um meteoro na base do Manchester United, mas não vingou. Hoje, tenta se reencontrar na Real Sociedad


Nesta quinta-feira, a Real Sociedad, atual líder de LaLiga, visita o Sturm Graz, às 16h (de Brasília), pela fase de grupos da Uefa Europa League, com transmissão pela ESPN no Star+.

Para vencer fora da casa, a equipe espanhola conta com os gols e assistências do meia Adnan Januzaj, ex-revelação do Manchester United, time que faz superclásico contra o Liverpool, neste domingo, às 12h30 (de Brasília), pela Premier League, com transmissão pela ESPN no Star+.

Não perca o Star+ Acesso Livre nos dias 22, 23 a 24 de outubro! Três dias completamente de graça com muito esporte AO VIVO, séries e filmes. Clique e saiba mais!

Captado pelos Red Devils ainda muito jovem, nas categorias de base do Anderlecht, da Bélgica, o meia chegou a Old Trafford em 2011 e de cara deixou todos boquiabertos em Manchester.

Em seu primeiro treino, o belga de origem kosovar simplesmente humilhou seus adversários e deixou os zagueiros do United completamente revoltados com sua habilidade.

Quem testemunhou tudo isso foi o brasileiro Rafael Leão, ex-atleta que passou pelas canteras dos "Diabos Vermelhos" e que teve sua história contada pelo ESPN.com.br em 2019.

"Eu estava no primeiro treino que o Januzaj chegou no United. Era curioso na época que ninguém avisava nada para a gente, dos times de base. Estávamos lá treinando e do nada chegava um cara novo para o sub-18", recordou Leão.

"O técnico nem falava nada e já colocava o cara no meio do treino. Na primeira vez que o Januzaj entrou, ele deu cinco canetas seguidas nos caras. Os ingleses ficaram bravos e queriam bater nele no treino, porque não são nada receptivos", detalhou.

Rafael lembrou que o que mais lhe impressionou no jovem belga foi a tranquilidade com que ele jogava, mesmo tendo acabado de chegar a um gigante como o Manchester United.

"Os caras estavam treinando super sério ele parecia que estava jogando bola e brincando no quintal de casa com os amigos. Deu caneta, chapéu.. Os caras ficaram loucos, queriam matá-lo!", exclamou.

"Todo mundo ficou se pergutando: 'Quem é esse cara que surgiu do nada?'. Só depois do Januzaj acabar com o treino foi que falaram que era um novo reforço que tinha acabado de vir de um time da Bélgica", relatou Leão.

Para tirar Januzaj do Anderlecht, aliás, o United teve que investir, pagando 375 mil euros (R$ 2,445 milhões, na cotação atual) para contar com os serviços do atleta.

Apesar de terem jogado juntos na base dos Red Devils, Rafael Leão e o meio-campista não conseguiram formar amizade, já que eles não conseguiam se comunicar.

"Ele ficou um bom tempo sem aprender e falar inglês, por isso era bem difícil conversar. O Pogba e o Andreas (Pereira, hoje no Flamengo) até conseguiam falar com ele nessa época, mas eu nada. A gente inclusive dividiu quarto um dia na pré-temporada, mas sequer conseguimos trocar duas palavras", rememorou.

Subida meteórica e carreira longe das expectativas

Pouco depois de encantar todos nos treinos, Januzaj virou titular absoluto do Manchester United sub-21 e ajudou a equipe a conquistar a Premier League sub-21 na temporada 2012/13, sendo promovido ao profissional dos "Diabos vermelhos" ao mesmo tempo.

Em 2013/14, ele já conseguiu jogar bastante, realizando 35 jogos e anotando 4 gols e 4 assistências sob o comando do técnico David Moyes, que era apreciador de seu futebol.

Com a chegada do treinador holandês Louis van Gaal, em 2014/15, porém, o futebol do belga minguou. Nas 21 partidas que entrou, ele não fez gols ou deu assistências, sendo emprestado ao Borussia Dortmund para ganhar rodagem.

Voltou na temporada seguinte a Old Trafford, mas seguiu sem deslanchar. Fez só sete partidas na temporada 2015/16 e chegou até a ser rebaixado novamente ao elenco sub-21, já que não estava dando conta do recado na Premier League.

Após um empréstimo ao Sunderland, em 2016/17, ele foi vendido à Real Sociedad em julho de 2017, por 8,5 milhões de euros - muito menos do que todos imaginaram que um dia ele fosse valer.

Na Espanha, a passagem de Januzaj é marcada pela irregularidade.

Em 133 duelos pelo clube basco, o atleta registrou 18 gols e 20 assistências até hoje, ajudando a Sociedad a ganhar a Copa do Rei 2019/20 em cima do Athletic Bilbao, maior rival da equipe.

Depois daquelas cinco canetas seguidas no primeiro treino do belga no United, porém, esperava-se muito mais...