<
>

Oscar confirma conversas com Barcelona, aponta dificuldade e admite: 'A gente torce para dar certo'

Em entrevista à TNT Sports, o meia brasileiro Oscar confirmou o interesse do Barcelona em sua contratação, mas lembrou da dificuldade do clube catalão em inscrever jogadores pelo fair-play financeiro


Após acertar a saída de Philippe Coutinho por empréstimo ao Aston Villa, o Barcelona poderá ter outro brasileiro no elenco: Oscar. O meia do Shanghai Port, da China, entrou no radar do clube catalão no início de janeiro como uma opção para reforçar a criação da equipe, segundo informou à época o jornalista Marcelo Bechler.

Falando em entrevista à TNT Sports, o brasileiro admitiu as conversas com os espanhóis, mas ressaltou que as dificuldades financeiras atravessadas pelo Barça podem travar a evolução de uma possível negociação.

“Isso chegou até mim. Acho que o Barcelona procurou meu agente para saber da possibilidade. Eles sabem que o nosso campeonato vai ficar parado até março. Soube que teve esse interesse e que estão conversando ainda. Estão tentando. Mas eles têm a dificuldade de inscrever jogadores também. Eu teria que conversar com meu clube para liberar. Na verdade, eles estavam vendo para ficar até o final da temporada. A conversa está em andamento ainda”, disse Oscar, garantindo que sequer chegou a negociar uma liberação com o Shanghai Port.

“Não cheguei a conversar aqui ainda. Não tem como conversar sendo que o Barcelona não pode inscrever jogadores. O Barcelona está esperando para ver o que eles conseguem lá. Caso consigam e queiram que eu vá ajudar, aí sim talvez meu agente vai conversar comigo”.

Aos 30 anos, Oscar está no futebol chinês desde 2017, quando deixou o Chelsea. O jogador faturou duas vezes a Premier League (2014/15 e 2016/17) defendendo os Blues.

“Seria bem legal, uma oportunidade incrível. Estou em grande fase aqui. Ia ser muito bom para a minha carreira passar pelo Barcelona, e também seria muito bom para o clube eu chegando em um momento muito mais maduro, mais experiente. Seria uma oportunidade bem legal para eles ter um jogador como eu no Barcelona e para mim também seria uma oportunidade bem legal por esse motivo, por eles terem jogadores muito jovens ainda, com futuro brilhante, mas que às vezes ainda precisa de jogadores com mais experiência em jogos mais decisivos. Seria bem legal. A gente torce para dar certo”.

Segundo informou o jornal Mundo Deportivo sobre a negociação no início de janeiro, o Barcelona conversou com o empresário Kia Joorabchian sobre o meia, que tem contrato no futebol chinês até 2024 e é dono do quinto maior salário do futebol mundial, de acordo com publicação do diário Marca.

Ainda citando a reportagem publicada pelo Mundo Deportivo, o Barça entende que teria ainda pouca margem financeira para um grande aporte neste momento, mas sabe que Oscar teria o interesse de retornar à Europa. O meia, inclusive, teria ficado encantado com a possibilidade de se juntar ao elenco catalão, e estaria disposto a reduzir seus vencimentos para se adequar à realidade financeira do clube.

“Um dos motivos que vieram me procurar foi isso. Por eu abrir mão de alguma coisa para ir ajudar. Como a China vai ter uma parada agora, talvez um empréstimo...eu recebendo como o Dani, bem menos. Ele recebe realmente o mínimo aí, então é meio que isso. Então eu poderia ir ajudar seis meses. Mas estão conversando. A gente está esperando essa situação burocrática do clube com a Liga para tomar uma decisão”.