<
>

Libertadores feminina: Corinthians 'resolve' no 1º tempo, vence o Santa Fe e conquista o tri de forma invicta

Em Montevidéu, no Uruguai, o Corinthians teve mais uma grande atuação sob o comando do técnico Arthur Elias, derrotou o Independiente Santa Fe-COL, e faturou o tricampeonato da Conmebol Libertadores feminina de forma invicta


O Corinthians é tricampeão invicto da Conmebol Libertadores feminina! Neste domingo (21), no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai, as Brabas venceram o Independiente Santa Fe, da Colômbia, por 2 a 0, e conquistaram mais um título da competição continental, se igualando ao São José, também de São Paulo, até então o único com três conquistas.

A grande final da Conmebol Libertadores feminina teve transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+.

Os dois gols saíram ainda no primeiro tempo, dos pés de Adriana e Gabi Portilho.

Pela primeira vez em toda a competição, uma partida teve o auxílio do VAR, o que já estava previsto no regulamento da atual edição.

Apesar das colombianas terem começado melhor a partida, quase abrindo o placar antes dos dois minutos no relógio, em chance perigosíssima, o Corinthians soube reverter o cenário.

Aos 10 minutos, em contra-ataque 'mortal', Vic Albuquerque lançou bola na área para Gabi Portilho, que não conseguiu finalizar, mas madou para Adriana, livre, que de cabeça estufou as redes para fazer 1 a 0.

Aos 30, a defesa corintiana deu bobeada, perdeu a bola, e Guarecuco ficou livre para empatar. Já com a goleira Kemelli 'vendida', a atacante do Santa Fe deu toque sutil em direção à meta, mas errou. Quase as rivais colombianas deixaram tudo igual.

Após o susto, as Brabas não deram mais chance para as rivais e, aos 41 minutos, ampliaram.

Gabi Zanotti deu um bolão para Tamires, pela esquerda, que cruzou na medida para Gabi Portilho, que mandou de primeira para o fundo das redes. 2 a 0 Corinthians.

O segundo tempo, que não teve gols, também foi dominado pelo Corinthians, que soube administrar a vantagem e deixou o campo com a vitória por 2 a 0 e o tricampeonato.

No próximo sábado (27), é a vez da decisão da Conmebol Libertadores no masculino. Também em Montevidéu, no Uruguai, no Estádio Centenário, Palmeiras e Flamengo decidem o título da competição continental, com transmissão AO VIVO pelo FOX Sports e também pela ESPN no Star+.

Melhores momentos

Corinthians mais uma vez campeão invicto da Libertadores feminina

Assim como em 2017 e 2019, quando conquistou os dois primeiros títulos, o Corinthians foi campeão de forma invicta da competição continental.

Em 2021, as Brabas tiveram seis vitórias, com 100% de aproveitamento. Além disso, foram 24 gols marcados e apenas dois sofridos.

O placar mais elástico foi na semifinal, quando a equipe do técnico Arthur Elias aplicou um sonoro 8 a 0 no Naciona-URU.

Nas quartas, a equipe paulista despachou o Alianza Lima, do Peru, por 3 a 1. Ainda na fase de grupos, o Corinthians caiu no grupo D, com Nacional, San Lorenzo-ARG e Deportivo Capiatá-PAR, vencendo os três jogos e terminando na liderança isolada.

Brabas mais próximas de feito inédito

Na atual temporada, o Corinthians já venceu o Brasileirão ao derrotar o rival Palmeiras na grande decisão e agora garantiu o título da Libertadores. Se vencer o São Paulo na final do Campeonato Paulista, as Brabas serão as primeiras a conquistar um tríplice coroa no futebol feminino no Brasil.

Torcida do Corinthians dá show no Uruguai

Após uma longa viagem até o Uruguai, que começou na sexta-feira (19), a torcida do Corinthians reforçou as arquibancadas do Gran Parque Central a partir do intervalo. Mais uma prova de que o clube paulista tem uma torcida para lá de fiel.

Ficha técnica

Ind. Santa Fe 0 x 2 Corintinas

GOLS: Corinthians: Adriana (10' 1ºT) e Gabi Portilho (41' 1ºT)

SANTA FE: Tapia; Gutierrez, Rangel, Ramos e Acosta; Salazar; Romero, Robledo, Gauto e Celis; Guarecuco . Técnico: Albeiro Erazo.

CORINTHIANS: Kemelli; Kati, Campiolo, Yasmim e Juliette; Diany, Gabi Zanotti, Gabi Portilho e Tamires; Vic Albuquerque e Adriana. Técnico: Arthur Elias