<
>

Atlético-MG chama vice do Flamengo de 'mentiroso' e detona: 'Forma dissimulada e ardilosa'

play
Presidente do Atlético-MG faz forte pronunciamento, pede punição e relembra 'escândalos de arbitragem' na história do Galo; VEJA (6:03)

Via: @Atletico | CLIQUE AQUI e assista ao melhor do futebol AO VIVO pela ESPN no Star+ (6:03)

Através de nota oficial, o clube mineiro rebateu as declarações do vice-presidente do Flamengo, Rodrigo Dunshee, nas redes sociais


A troca de farpas entre nomes de Flamengo e Atlético-MG segue intensa nas redes sociais. Horas após usar a sua conta no Twitter para disparar sobre a polêmica que envolveu a arbitragem na última partida do Galo, Rodrigo Dunshee, vice-presidente do clube carioca, viu os mineiros soltarem uma nota de repúdio quanto à publicação do cartola nesta sexta-feira (15).

Também através do Twitter, o Atlético repudiou as declarações do dirigente rubro-negro e o chamou de "mentiroso". Veja abaixo:

"O Clube Atlético Mineiro manifesta repúdio às seguidas declarações de dirigentes e lideranças do Flamengo, como a feita hoje, pelo vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee, em sua conta no Twitter", escreveu o clube mineiro.

Na partida contra o Santos, no Mineirão, na última quarta-feira (13), o árbitro Paulo Roberto Alves Jr relatou ofensas do auxiliar Eudes Pedro e do diretor Rodrigo Caetano na súmula da vitória por 3 a 1. O juiz da partida informou que ambos questionaram a honestidade da equipe de arbitragem.

O executivo, inclusive, teria batido na porta da sala do VAR.

Foi então que, após o incidente, Dunshee se pronunciou através das redes sociais, ironizando o clube mineiro.

"Quando o clube mandante não proporciona segurança para o trabalho da arbitragem, quando invadem ou tentam invadir a sala onde se pratica a arbitragem por vídeo, a consequência só pode ser uma: perda do mando de campo e punição severa dos invasores/agressores. Vamos aguardar o STJD", escreveu através das redes sociais.

A polêmica ainda teve outras trocas de farpa, incluindo uma publicação de Sergio Sette Camara, ex-presidente do Atlético, que também rebateu Dunshee.