<
>

Richarlison responde Di María e explica provocações a jornal argentino: 'Não faz mal a ninguém'

Após a vitória da Argentina sobre o Brasil na final da Copa América, o atacante Richarlison se envolveu numa série de troca de provocações com jogadores e torcedores rivais, algo que se estendeu até as Olimpíadas. No último sábado, ele respondeu ao jornal argentino Olé sobre as polêmicas que fizeram até Di Maria criticá-lo.

“É um grande clássico do futebol, o melhor jogo do mundo, no qual todo jogador sonha em estar. Essa rivalidade nunca morrerá. Um pouco de folclore não faz mal a ninguém”, afirmou.

“Tudo começou porque disse numa entrevista antes da final que íamos para ganhar. Queriam que eu dissesse o quê? Não gosto de perder nem no videogame, imagina uma final de Copa América contra a Argentina no Maracanã. Quando terminou a partida, os argentinos começaram a publicar memes com minha foto chorando e refutando minha entrevista”, contou.

“O Paredes me provocou quando anotei um hat-trick na estreia das Olimpíadas contra a Alemanha perguntando ‘E na final?’ e eu respondi. Quando a Argentina foi eliminada das Olimpíadas, respondemos a foto com o Douglas e o De Paul publicou uma foto tirando sarro de mim. Depois apagou. A vida segue”, relatou o brasileiro.

No início de setembro, Di Maria afirmou à ESPN argentina que Richarlison deveria parar com as provocações. O brasileiro contestou.

“Di María foi um dos primeiros a colocar mais lenha na fogueira. Foi um dos que me provocou quando marquei os gols na estreia nas Olimpíadas. Mas é isso que disse: tudo é normal, levo tudo com calma. Não me senti ofendido nem chateado com ninguém pelas brincadeiras nas redes sociais”, respondeu Richarlison.

Dentro de campo, Richarlison está focado na Premier League. A próxima partida do Everton é neste sábado, às 8h30 (de Brasília), contra o Manchester United de Cristiano Ronaldo, com transmissão AO VIVO e EXCLUSIVA para assinantes Star+.