<
>

Copa América: Venezuela tem 13 casos de COVID-19 antes da estreia; jogadores são isolados

A seleção da Venezuela chegou a 13 casos positivos de COVID-19 na delegação antes da estreia na Copa América, contra o Brasil, neste domingo, no Mané Garrincha, em Brasília.

Brasil x Venezuela, neste domingo, às 18h (de Brasília), terá transmissão ao vivo da ESPN Brasil e no ESPN App e acompanhamento em tempo real no ESPN.com.br

A informação foi divulgada pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

Segundo o Dr. Osvaldo Pangrazio, presidente da Comissão Médica da Conmebol, os atletas estão em isolamento no hotel em Brasília.

Eles serão mantidos em quarentena, de acordo com a legislação brasileira, e não poderão ter contato com outros membros da delegação ou terceiros.

Todos ficarão em seus quartos de hotel, mas poderão receber assistência médica se for necessário.

De acordo com apuração da reportagem, os seguranças do hotel foram designados para fazer "patrulhamento" nos andares e elevadores e impedir a circulação dos atletas venezuelanos e o contato com outros hóspedes.

Com a situação, o atacante Jan Hurtado, do Red Bull Bragantino, teve que ser convocado às pressas pelo técnico José Peseiro para completar a equipe que entra em campo neste domingo.

Segundo apurou a ESPN Brasil também neste sábado, a Conmebol disponibilizou um avião à Federação Venezuelana de Futebol, caso seja necessário buscar mais jogadores às pressas no país vizinho para a disputa da Copa América.

Os nomes do atleta que estão contaminados pelo coronavírus ainda não foram revelados.

*Colaborou Pedro Ivo Almeida, do Rio de Janeiro (RJ)