<
>

Com Gabigol, do Flamengo, Tite anuncia convocação da seleção brasileira para jogos das eliminatórias

play
Tite convoca seleção brasileira com Dani Alves, Veríssimo, Éverton Ribeiro e Gabigol; veja a lista completa (1:30)

Weverton (Palmeiras), Lucas Paquetá (Lyon) e Vini Jr. (Real Madrid) também aparece na convocação brasileira (1:30)

Tite encerrou o mistério e convocou a seleção brasileira, nesta sexta-feira (14), para as eliminatórias sul-americanas. E a principal novidade foi Gabigol, do Flamengo.

Ao todo, 24 nomes foram chamados pelo comandante. Os primeiros desafios serão contra Equador, no dia 4 de junho, em Porto Alegre, e Paraguai, no dia 8, em Assunção.

Veja abaixo a relação completa:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);

Laterais: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);

Zagueiros: Eder Militão (Real Madrid); Lucas Veríssimo (Benfica); Marquinhos (Paris Saint-Germain) e Thiago Silva (Chelsea);

Meias: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United) e Lucas Paquetá (Lyon);

Atacantes: Everton (Benfica), Firmino (Liverpool), Gabigol (Flamengo) Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton) e Vinicius Jr (Real Madrid)

Lembrando que a lista da Copa América ainda será feita. Caso Tite convoque jogadores dos clubes brasileiros, esses atletas vão desfalcar suas equipes por um longo tempo.

Com isso, as equipes nacionais correm o risco de ficar sem alguns de seus principais jogadores por até um mês e meio. A Copa América está marcada para logo depois, no dia 13 de junho.

A final da competição tem data marcada para 10 de julho. Contando com a apresentação para o dia 30 de maio, esses jogadores ficarão de fora de partidas importantes.

Se o Brasil chegar até a final da Copa América, serão dez rodadas do Campeonato Brasileiro, além dos confrontos de ida e volta da terceira fase da Copa do Brasil, que os clubes não terão os atletas convocados.