<
>

Com quebra de tabu em Quito, Flamengo faz o que nem times de 81 e 2019 conseguiram na Libertadores

O Flamengo venceu, mas quase perdeu uma grande chance de encaminhar a classificação na Conmebol Libertadores. Nesta terça-feira, jogando na altitude de Quito, a equipe rubro-negra abriu 2 a 0 no primeiro tempo, levou o empate no segundo, mas Gabigol marcou de pênalti no fim e deu a vitória ao atual campeão brasileiro sobre a LDU por 3 a 2, em duelo válido pela terceira rodada do grupo G.

A vitória é histórica para o clube carioca, que pela primeira vez em 17 edições da Libertadores começa sua campanha com três vitórias. Nem as equipes de 1981 e 2019, que faturaram a competição, conseguiram tal feito.

O máximo que o Flamengo havia conseguido antes no "primeiro turno" da fase de grupos da Libertadores foram 6 pontos em 2010, 2019 e 2020.

A terceira vitória não foi fácil e foi num lugar onde os times brasileiros históricamente sofrem.

No estádio Casa Blanca, a mais de 2,8 mil metros de altitude em Quito, os times brasileiros começaram a terça-feira com 12 derrotas em 17 visitas a ele neste século.

Em 2019, o próprio Flamengo havia perdido por 2 a 1 para a LDU no Casa Blanca. E em 2020, o fatídico 5 a 0 diante do Del Valle. Mas nesta terça-feira, o Fla conseguiu sua primeira vitória em Quito em sua história.

O técnico Rogério Ceni valorizou os três pontos conquistados e relatou um cansaço geral do grupo no segundo tempo onde o rendimento caiu.

"Deve ter algum motivo pra baixar a intensidade no segundo tempo, jogar na altitude não é facil. O São Paulo perdeu ano passado, o River Plate perdeu aqui. Os mais jovens, o João Gomes, não soube dosar a energia porque não tem a experiência da altitude. Sem dúvida hoje o que fez a gente baixar o nível de jogo no segundo tempo foi que todo mundo foi até seu limite. Se desse pra fazer 8, 9 alterações, teríamos feito porque o cansaço era geral pelo fato de você estar prejudicado de jogar a quase 3 mil metros de altura", disse Ceni.

"A gente tem que ressaltar o esforço máximo de cada atleta, do clube, pra chegar aqui nas melhores condições. E a gente tem que comemorar coisas boas que se fazem, a gente tem que saber dar valor às coisas boas que acontecem no clube", completou.

Com o resultado, o Flamengo vai aos 9 pontos e segue líder do grupo G ainda, além de manter os 100% de aproveitamento na competição após três jogos.

A LDU segue nos 4 pontos e fica na segunda colocação. O Vélez Sarsfield, que venceu o Union La Calera, tem 3 pontos e está em terceiro.