<
>

Vice do Grêmio não descarta demissão de Renato após queda na Libertadores: 'Não pode ser avaliação de amor ao passado'

play

Após a derrota por 2 a 1 para o Independiente Del Valle em plena Arena, o Grêmio está eliminado na terceira fase e fora do estágio de grupos da Conmebol Libertadores de 2021.

Assim como na ida, no Paraguai, o Grêmio saiu na frente, mas levou a virada. Nesta quarta-feira, o tricolor gaúcho ainda teve Maicon expulso no segundo tempo.

Depois da partida, o vice-presidente do Grêmio, Claudio Oderich, não descartou uma mudança de técnico. Renato Gaúcho, ídolo máximo do clube em sua história e no comando nesta passagem ininterruptamente desde setembro de 2016, não esteve na beira do campo nos dois confrontos contra o Del Valle porque se recupera de uma infecção de COVID-19.

"Não pode ser uma avaliação de amor ao passado e sim do quer o Grêmio daqui pra frente", disse Oderich, à Rádio Bandeirantes. "Não vou dizer que a mudança do técnico não pode ser descartada", completou.

Renato Gaúcho recentemente renovou seu contrato até o fim desta temporada. "A gente trabalha de forma conjunta, naquele momento nós entendemos que o melhor para o Grêmio era a continuidade do Renato", disse o vice-presidente.

"É o nosso maior ídolo, temos uma estátua pra ele na Arena, de forma merecida. A gente sabe que tudo tem inicio e fim, com certeza o Grêmio e sua direção fará aquilo que é melhor para o momento. Com certeza vamos tomar medidas para o melhor do Grêmio", analisou.

play
1:56

#SCBrasil

"Vamos discutir amanhã estes assuntos e vamos dar uma satisfação para a imprensa e principalmente pro torcedor (sobre a permanência do Renato)", finalizou.

Sem a vaga na fase de grupos da Libertadores, o Grêmio deixa de arrecadar os US$ 3 milhões (R$ 17 milhões) que ganharia apenas por estar entre os 32 times restantes na competição.

Com a eliminação na Libertadores, o tricolor fica posicionado no grupo H da Copa Sul-Americana, ao lado de Lanús, da Argentina, Aragua, da Venezuela, e La Equidad, da Colômbia, iniciando a campanha na próxima semana.