<
>

Palmeiras: Vuaden relata xingamentos de Abel Ferreira e auxiliar em súmula da Supercopa: 'Tendencioso, ruim, fraco pra c***'

play
Abel Ferreira explica motivo da expulsão e detona Vuaden: 'Essas equipes mereciam um árbitro do mesmo nível' (1:46)

Treinador português foi excluído da partida após se desentender com a arbitragem (1:46)

O árbitro Leandro Pedro Vuaden relatou diversas ofensas proferidas pelo técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, e seu auxiliar, João Martins, durante a disputa da Supercopa do Brasil, contra o Flamengo, neste domingo, em Brasília.

Abel foi expulso pelo juiz ainda no 1º tempo, e o registro foi feito na súmula da seguinte forma.

"Expulso por contestar de forma ofensiva as decisões da arbitragem, proferindo as seguintes palavras: 'Você é um tendencioso do caralho' reiteradas vezes, inclusive saindo de sua área técnica. Informo que o mesmo já havia sido advertido verbalmente e com cartão amarelo por sua conduta inadequada. Relato também que me senti ofendido com as palavras a mim dirigidas. Após a saída do treinador expulso, o jogo reiniciou normalmente", escreveu.

Já o relato de João Martins é similar.

"Expulso por contestar de forma acintosa e ofensiva as decisões da arbitragem, proferindo as seguintes palavras: 'Você é ruim, fraco pra caralho' reiteradas vezes, inclusive saindo de sua área técnica. Informo que o mesmo, após ser expulso, continuou contestando de forma ofensiva proferindo as palavras relatadas acima. Após o mesmo se deslocar para o vestiário, o jogo reiniciou normalmente", salientou.

Em sua coletiva pós-jogo, porém, Abel Ferreira deu versão diferente do que disse a Vuaden.

"Fica aqui entre nós: meu nome é Abel Ferreira, tenho 42 anos e sou responsável por aquilo que digo, não pelo que os outros entendem. Fui expulso porque disse o seguinte: 'Duas grandes equipes em campo mereciam um árbitro do mesmo nível'", assegurou o treinador palestrino.

"Eu fui expulso porque, em um lance de amarelo claro (para Diego, do Flamengo), em um jogo cheio de emoções, eu reclamei. E quem me expulsou foi o bandeirinha, só porque eu disse que essas duas equipes, Flamengo e Palmeiras, mereciam o melhor árbitro do Brasileirão na classificação do ano passado", completou.

Por causa dos relatos na súmula, porém, tanto Abel quanto João devem ser denunciados pela procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e devem ir a julgamento em breve.