<
>

Diretor do São Paulo confirma interesse em Benítez, fala de Borré e confirma volta de Milton Cruz

play
São Paulo entra na disputa com Palmeiras por Borré: correspondente argentino explica situação do atacante do River Plate (1:50)

Colombiano pode estar na mira de clubes europeus também (1:50)

Carlos Belmonte concedeu entrevista à Rádio Bandeirantes nesta segunda-feira (8) e falou de diversos assuntos relacionados ao São Paulo, principalmente sobre a chegada de mais jogadores ao elenco dirigido por Hernán Crespo.

O cartola admitiu que o Tricolor está na briga por Santos Borré, atacante colombiano do River Plate e que também interessa ao Palmeiras, revelou interesse na contratação de Martin Benítez, do Vasco, e deu detalhes da negociação com o volante uruguaio Gabriel Neves, do Nacional.

Além disso, Belmonte falou da situação de Daniel Alves e anunciou em primeira mão a volta de Milton Cruz à comissão técnica fixa do São Paulo. O ex-atacante trabalhará ao lado de Crespo e Muricy Ramalho, coordenador de futebol, e inicia a segunda passagem pelo Morumbi nesta terça (9), mais de cinco anos depois de ser dispensado pela diretoria anterior.

Veja os principais tópicos da entrevista de Belmonte:

BORRÉ

"Borré é um jogador diferenciado, grande atacante, teve uma temporada excepcional pelo River. É um jogador que viria apenas em julho. Sim, o Crespo nos indicou. A gente sabe que há outros concorrentes no caso do Borré, estamos na disputa, mas dentro das nossas possibilidades. Se o Borré optar por jogar no São Paulo porque acredita que é uma melhor opção, porque o Crespo está lá, ótimo. Se optar por outro time, também ótimo. Não faremos nada que fique fora da nossa realidade financeira, que é muito difícil. Nós vamos fazer o que for possível, sem tornar a situação ainda mais difícil".

"Estamos trabalhando com muito pé no chão. Estamos na luta, fizemos proposta, mas com limitações muito claras. Estamos analisando outros atacantes, a gente acha que precisa de mais um atacante de área. Pelo lado de campo, tem o Rojas, o Bruno Rodrigues, o Galeano, então acreditamos que pelo lado temos alguns bons nomes. Precisamos de um atacante de área, que nesse momento temos só o Pablo e o Luciano. A gente analisa 4, 5, 6 nomes, procurando jogadores que direitos econômicos sejam em um valor menor. Talvez consigamos trazer mais um jogador para a reta final do Paulista ou para o Campeonato Brasileiro".

BENÍTEZ

"Benitez eu considero um grande jogador, tem contrato até o meio do ano com o Vasco. Sim, o Benitez nós temos um interesse nele, mas sabemos a dificuldade. Estamos analisando, vendo as possibiolidades, mas achamos um belíssimo jogador, meia articulador, muito interessante. À frente, quem sabe, mas não estamos ainda nem próximos de uma possibilidade. É um grande jogador e interessa, sim".

MILTON CRUZ

"O Milton teve um trabalho espetacular no São Paulo. A gente acredita, que é algo desde a época do Juvenal e do Marcelo Portugal Gouvêa, em uma comissão técnica fixa no São Paulo. Eventualmente um técnico pode sair, então é importante ter alguém com entendimento do trabalho e do DNA do clube para auxiliar os profissionais. Milton Cruz amanhã já começa a trabalhar, vai se unir a essa comissão técnica do São Paulo. É alguém muito vitorioso e já estará integrado à equipe de trabalho na Barra Funda. Vai trabalhar como um auxiliar efetivo do Crespo no dia a dia e também auxiliando o Muricy nessa coordenação técnica".

LUIZ PHELLYPE (ATACANTE DO SPORTING)

"O Luiz voltou de contusão agora, ficou praticamente uma temporada fora. Foi um jogador que nós analisamos, mas não temos uma definição de quem seria o outro jogador de frente. Estamos, nesse caso específico, em análise, qual se adequa mais. A gente precisa de alguém que faça as duas funções centrais, que possa substituir o Pablo e também o Luciano. No basquete a gente chama de jogador combo, então procuramos alguém com esse perfil".

DANIEL ALVES

"É a melhor avaliação possível. Um jogador absolutamente comprometido, jogador de nível mundial, que agrega muita experiência. É sempre o primeiro a chegar e o último a ir embora, se dedica o tempo inteiro, absolutamente um jogador de grupo e que entrega tudo que a gente espera dele em campo. Há dívida do São Paulo com o Daniel Alves, em torno de R$ 8 milhões a R$ 9 milhões, estamos buscando equacionar e desejamos ficar com ele. Claro que tudo nós temos que ajustar, de uma forma ou outra, e resolver o que está aberto e reconstruir daqui para a frente a questão financeira. Se conseguirmos isso, não há dúvida que ele fica. Demonstra o total desejo de continuar no São Paulo".

GABRIEL NEVES

"Fizemos uma proposta, nossa proposta já está colocada na mesa e nós aguardamos o retorno. Chegamos no limite que o São Paulo acha possível para trazer o Neves. Foi a mesma situação do Kanu, do Botafogo. Negociamos e chegamos ao limite. O Botafogo, com todo o direito, não aceitou nossa proposta. Ok, seguimos a vida e acabou surgindo a possibilidade do Miranda. O mesmo vale para o Neves. A proposta está na mesa, tem um ajuste aqui, outro ali, e chegamos no limite".

"O São Paulo não participará de leilão. Nós fazemos a proposta, discutimos o máximo que podemos chegar e pronto. Se recebermos uma ligação falando que time A, B ou C oferece mais, infelizmente saímos do negócio. Temos que ter muita responsabilidade. A gente quer reforçar o elenco, entende que o jogador pode agregar, mas dentro do nosso limite financeiro. É assim com o Neves e qualquer outro jogador".