<
>

Flamengo quita R$ 10 milhões em salários, direitos de imagem e premiações renegociados

O Flamengo acertou o pagamento de R$ 10 milhões em salários, direitos de imagens e premiações que haviam sido renegociados e postergados durante a pandemia de COVID-19.

A informação foi noticiada primeiramente pelo canal "Gustavo Henrique Dando Choque".

O valor, inicialmente, teria de ter sido pago em dezembro de 2020, mas o prazo acabou sendo adiado para março de 2021.

O planejamento rubro-negro era que o avanço em competições como a Conmebol Libertadores e a Copa do Brasil ajudasse a fortalecer os cofres e possibilitar os pagamentos.

As eliminações, no entanto, alteraram os planos. Vendas recentes, como a de Lincoln, ao Vissel Kobe, do Japão, ajudaram para o clube honrasse o compromisso e o novo prazo.

Os R$ 10 milhões são referentes apenas em salários, direitos de imagens e premiações de conquistas passadas, que foram renegociados em razão da diminuição de receitas em meio à pandemia de COVID-19.

O Flamengo joga nesta quinta-feira pelo bicampeonato brasileiro, às 21h30 (de Brasília), contra o São Paulo no Morumbi. Líder, com 71 pontos, o time de Rogério Ceni depende apenas de suas forças, bastando uma vitória.

O Internacional, segundo colocado, com 69 pontos, é o único que ameaça a conquista. Os gaúcho enfrentam o Corinthians, no mesmo horário, precisando vencer e torcer para que a equipe rubro-negra não bata o São Paulo.