<
>

Relembre todos os Brasileiros de pontos corridos que foram decididos na última rodada, como o de 2020

play
João Guilherme, sobre possível título de Ceni contra o São Paulo: 'É a mesma coisa que se o Zico fosse campeão sobre o Flamengo no Maracanã' (1:27)

Flamengo e São Paulo se enfrentam no Morumbi na próxima quinta-feira; time carioca conquista o Brasileirão com uma vitória (1:27)

Após a vitória por 2 a 1 do Flamengo sobre o Internacional, no último domingo, ficou definido que o Campeonato Brasileiro de 2020 será definido apenas na 38ª (e última) rodada.

Com o triunfo, o Rubro-Negro, que não tinha sido ponteiro em nenhum momento da Série A, tem 71 pontos e ocupa a 1ª colocação, faltando apenas mais um jogo para o encerramento do certame.

Os gaúchos estão com 69 e ainda possuem chance de título, dependendo da combinação de resultados.

Na rodada derradeira, quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), o Fla visita o São Paulo, no Morumbi, enquanto o Internacional recebe o Corinthians, no Beira-Rio.

Esta, aliás, não será a primeira vez que o Brasileirão será definido na rodada derradeira.

Desde que os pontos corridos foram instituídos, em 2003, isso aconteceu em outras seis oportunidades.

Relembre como foram:

2004

Em 2004, o Athletico-PR liderou boa parte do Brasileirão, mas foi ultrapassado pelo Santos na penúltima rodada, ao perder para o Vasco.

Furacão e Peixe chegaram, portanto, com chance de serem campeões na partida derradeira.

O Alvinegro jogava por um triunfo simples, enquanto os paranaenses precisavam ganhar e torcer por um tropeço paulista.

Mas o Santos de Vanderlei Luxemburgo não bobeou: ganhou por 2 a 1 justamente do Vasco e faturou a taça.

2005

No polêmico campeonato de 2005, Corinthians e Inter chegaram à rodada final com chances de título, separados por só 3 pontos.

Para ser campeão, o Timão precisava só empatar com o Goiás, enquanto o Colorado precisava ganhar do Coritiba e torcer para o Alvinegro perder.

Em Goiânia, o Esmeraldino até fez sua "parte", ganhando por 3 a 2 dos paulistas. No entanto, o Inter perdeu do Coxa, e o Corinthians foi campeão.

Vale lembrar que o Brasileirão de 2005 teve vários jogos disputados novamente devido ao escândalo da "Máfia do Apito".

2008

São Paulo e Grêmio chegaram à última rodada separados por 3 pontos, com os dois tento chances de título.

O Tricolor paulista garantia a taça com um mero empate com o Goiás, enquanto o Imortal teria que ganhar do Atlético-MG e torcer por derrota são-paulina.

A equipe comandada por Muricy Ramalho, porém, não deu chance para o azar e ganhou por 1 a 0 do Esmeraldino, confirmando a conquista.

Cabe ressaltar que o Grêmio chegou a construir uma vantagem imensa no decorrer do torneio, mas foi ultrapassado pelo São Paulo na reta final.

2009

Naquele que é chamado de campeonato mais emocionante da história dos pontos corridos, três clubes chegaram à última partida com chance de título.

O Flamengo liderava, mas Internacional e São Paulo podiam "roubar" a taça caso vencessem e o Rubro-Negro tropeçasse.

No Maracanã lotado, o Fla viu o Grêmio sair na frente, mas conseguiu a vitória de virada, com gol decisivo do zagueiro Ronaldo Angelim, e foi campeão.

Se não tivesse ganhado, aliás, os cariocas teriam terminado em 3º, já que o São Paulo e Inter golearam Sport e Santo André, respectivamente, na última rodada.

2010

Assim como em 2010, três equipes chegaram com possibilidade de título na 38ª rodada: Fluminense, Cruzeiro e Corinthians.

O clube das Laranjeiras precisava ganhar do Guarani na rodada derradeira para ser campeão, enquanto Imortal e Raposa necessitavam de vitória e tropeço tricolor.

Com um timaço comandado por Muricy Ramalho e financiado pelos milhões da mecenas Unimed, o Flu fez a lição de casa e bateu o Guarani por 1 a 0, ganhando a Série A.

E foi com muita emoção, já que o Cruzeiro também ganhou (2 a 1 no Palmeiras) e sonhou com o título até o apito final. No entanto, amargou o vice.

2011

Corinthians e Vasco alcançaram a 38ª rodada com possibilidade de levantar o troféu do Brasileiro.

Com 2 pontos de vantagem, o Timão teve clássico contra o Palmeiras, enquanto o Cruzmaltino também enfrentou um rival: o Flamengo.

Um empate por 0 a 0, no Pacaembu, bastou ao Corinthians de Tite para faturar o título, já que o Vasco também igualou com o Fla (1 a 1).

Para ter sido campeã, a equipe carioca precisaria ter ganho seu compromisso, enquanto o Coringão teria que perder para o Verdão.