<
>

Premier League: Michael Owen 'detona' comportamento de Salah no Liverpool: 'Há muito egoísmo; ele não passa a bola'

É consenso que o Liverpool não vem fazendo a melhor das suas temporadas, desde que o técnico Jurgen Klopp assumiu a equipe. Não à toa, os Reds não balançam as redes há três jogos consecutivos na Premier League - algo que não acontecia desde 2005 - e não passam da quarta colocação na tabela da competição.

O desempenho do Liverpool, inclusive, também não vem agradando Michael Owen, um dos jogadores mais icônicos da história do futebol inglês. Após o empate em 0 a 0 com o Manchester United, um dos seus ex-clubes na Terra da Rainha, o ex-atacante foi bastante crítico aos Reds, e principalmente a Mohamed Salah, um dos astros comandados por Klopp.

Para Owen, o egípcio sempre se mostrou um jogador 'egoísta' quando está com a bola, mas nos últimos jogos essa sua característica vem se apresentando mais do que o normal, o que seria um dos motivos para o baixo rendimento do Liverpool.

"Há muito egoísmo sendo mostrado, vi isso de novo (contra o United)", começou por dizer Owen, em entrevista à Premier League Productions.

"Mo Salah não está passando bola o suficiente novamente. Ele nunca passou muito, mas existem extremos. No último jogo, fiquei pensando pensando: "Vamos lá", concluiu.

Disputando a sua quarta temporada com a camisa dos Reds, Salah, de 28 anos, acumula 26 jogos - 24 deles como titular - e 17 gols marcados. Não à toa, ele é, com sobras, o artilheiro isolado da equipe.

O Liverpool, por sua vez, que vem de uma sequência de quatro jogos sem uma vitória sequer no Campeonato Inglês, está a três pontos do United na tabela. Na próxima rodada, a equipe recebe o Burnley, no Anfield Road, nesta quinta-feira (21).