<
>

LaLiga: Atlético de Madrid vence em falha de Ter Stegen, e Simeone ganha do Barcelona pela 1ª vez

O Atlético de Madri conquistou uma importantíssima vitória por 1 a 0 sobre o Barcelona, neste sábado, no Wanda Metropolitano, pela 10ª rodada do Campeonato Espanhol.

Foi a 1ª vez que o técnico dos colchoneros, Diego Simeone, conseguiu bater os catalães em uma partida válida por LaLiga. Antes disso, eram 11 derrotas e 6 empates em seus quase 10 anos de trabalho à frente da equipe alvirrubra.

Com o resultado, o clube da capital espanhola vai a 20 pontos e iguala a pontuação da líder Real Sociedad, que ainda está à frente pelos critérios de desempate. Já os culés estacionam nos 11 pontos e seguem sua campanha medíocre, em 10º lugar.

Em campo, o Atlético de Madrid foi superior desde o apito inicial e teve o domínio das ações contra o Barça.

A etapa inicial não teve muitas finalizações perigosas, mas as de maior destaque foram dos colchoneros.

Na principal delas, Saúl mandou um balaço da entrada da área e Ter Stegen fez defesa espetacular.

A única vez em que os blaugranas conseguiram responder foi com Messi, já nos minutos finais, em chute que Oblak defendeu facilmente.

E quando parecia que o 1º tempo terminaria empatado, uma falha clamorosa de Ter Stegen deu ao Atleti a oportunidade de abrir o placar.

Já aos 48, em uma bola longa de Correa, o arqueiro errou o tempo da jogada, saiu até a intermediária para tentar cortar e acabou levando uma caneta de Carrasco. Com o gol vazio, o belga só rolou para dentro e balançou as redes.

Na volta dos vestiários, o Barça retornou com outra postura e teve grande chance de empatar aos 11 minutos.

Em um ótimo cruzamento de Messi, Lenglet subiu completamente livre, na pequena área, mas cabeceou em cima de Oblak.

Depois disso, porém, a situação complicou para os culés: Piqué machucou o joelho e foi substituído por Dest, que assumiu a lateral-direita. Com isso, Sergi Roberto foi para o meio-campo, enquanto De Jong acabou improvisado na zaga.

Simeone respondeu deixando os colchoneros mais ofensivos: sacou Llorente e ingressou Diego Costa.

Através da bola aérea, porém, o Barcelona continuava criando as melhores chances. Aos 36, Griezmann cabeceou com perigo, mas Oblak mostrou sua eficiência de sempre e defendeu sem dar rebote.

Na última grande oportunidade do clássico, Sergi Roberto bateu de fora da área, a bola desviou na zaga e quase traiu Oblak. No entanto, o Atlético segurou o triunfo até o apito final.

Ficha técnica

Atlético de Madrid 1 x 0 Barcelona

GOLS: Atlético de Madrid: Carrasco

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Trippier, Savic, Giménez e Hermoso; Llorente (Diego Costa), Koke, Saúl e Carrasco (Felipe); Ángel Correa (Kondogbia) e João Félix (Lemar) Técnico: Diego Simeone

BARCELONA: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué (Dest), Lenglet e Jordi Alba; Pjanic (Braithwaite), De Jong e Pedri (Philippe Coutinho); Messi, Dembélé e Griezmann (Trincão) Técnico: Ronald Koeman

Estatísticas

gol de Carrasco em 7 jogos pelo Atlético na temporada

vez que Carrasco marca um gol em cima do Barcelona (7 jogos)

O Barcelona teve 58% de posse de bola no 1º tempo, mesmo fora de casa

vitória de Simeone sobre o Barcelona em LaLiga

Fim da série de 20 jogos do Atlético sem vencer o Barça em LaLiga

O Barcelona terminou o jogo com 13 finalizações, contra 9 do Atlético


TORREIRA ACOMPANHA PELA TV

Após testar positivo para COVID-19 com a seleção do Uruguai, o volante Lucas Torreira ganhou alguns pontos com a torcida do Atlético ao mostrar seu comprometimento com a equipe.

Em seu Instagram, o meio-campista postou foto acompanhando atentamente o duelo contra o Barcelona pela televisão, diretamente de sua casa, onde está em isolamento.


Classificação

- Atlético de Madrid: 2º lugar, com 20 pontos
- Barcelona: 10º lugar, com 11 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo durante a semana, pela Champions.

  • Terça-feira, 24/11, 17h*, Dynamo Kiev x Barcelona

  • Quarta-feira, 25/11, 17h*, Atlético de Madrid x Lokomotiv Moscou

*horário de Brasília