<
>

Copa do Brasil: Rogério Ceni diz que Vitinho estava preparado para bater pênalti no Flamengo

Após a derrota por 3 a 0 para o São Paulo e a eliminação na Copa do Brasil, o técnico do Flamengo, Rogério Ceni, defendeu o atacante Vitinho após o atleta isolar cobrança de pênalti no Morumbi.

No lance em questão, o placar marcava 2 a 0 para o Tricolor quando o Rubri-Negro teve penalidade a seu favor. Everton Ribeiro iria bater, mas Vitinho pediu a bola e assumiu a responsabilidade.

No entanto, ele chutou muito mal e mandou quase nas arquibancadas do estádio são-paulino, impedindo que o Fla iniciasse uma possível reação.

Em sua coletiva pós-jogo, Ceni afirmou que Vitinho e o resto do elenco treinaram pênaltis e tiveram bom aproveitamento, o que capacitava a todos que quisessem bater.

"Faltas o Arão e o Vitinho vêm treinandor. A gente vem treinando sempre, em dois dos cinco treinos que fiz treinamos faltas. E quanto ao pênalti, não só o Vitinho como mais jogadores estavam preparados", salientou.

"Ontem fizemos 24 cobranças no treino e acertamos 19. Infelizmente, hoje ela não entrou", lamentou.

Em uma análise mais geral do jogo, o M1T0 viu um Flamengo dominante no 1º tempo, mas que não sou aproveitar suas chances e depois ficou abalado psicologicamente.

"Foi um jogo muito parecido com o do Maracanã (na ida das quartas). O Flamengo dominou o 1º tempo, teve todas as oportunidades para sair vencedor na 1ª etapa. Infelizmente, o momento faz com que a bola circule próxima ao gol e não entre...", observou.

"E na 1ª oportunidade que o São Paulo teve, em um lance de lateral, infelizmente sofremos o gol. Aí o lado psicológico acaba atrapalhando todo o esforço que a equipe vem fazendo a cada jogo, mesmo estando desgastada e enfrentando tantos problemas", concluiu.