<
>

Champions: Juventus atropela Ferencváros fora de casa em noite de Morata e lambanças húngaras

play
Rômulo, ex-Juventus, chama Pirlo de 'líder silencioso' e diz que o craque era como um professor: 'Ensinava a jogar' (1:28)

'O Pirlo sempre foi um cara sensacional. Ele falava muito pouco, mas, sempre que falava, a gente prestava atenção', contou o volante (1:28)

A Juventus voltou a campo nesta quarta-feira (4 de novembro) pela Champions League. A Velha Senhora foi até a Hungria enfrentar o Ferencváros e venceu por 4 a 1. Os gols italianos foram marcados por Morata, duas vezes, Dybala e Dvali, contra. Boli diminuiu para os húngaros.

A Juventus começou a partida em cima dos húngaros. Logo com um minuto de jogo, Cuadrado arrancou pela direita e foi derrubado por Botka. O colombiano ficou pedindo pênalti, mas o juiz não marcou.

Aos três, Cristiano Ronaldo apareceu na partida. O português pegou sobra e arriscou. No entanto, o chute saiu fraco e o goleiro Dibusz defendeu com facilidade.

Os italianos abriram o placar aos sete minutos. Cuadrado arrancou pela direita, cruzou e Morata, no segundo pau, botou para o fundo da rede. Após três gols anulados contra o Barcelona na última rodada, o espanhol teve o gol validado após checagem do VAR.

A primeira chegada do Ferencváros foi somente aos 25 minutos. Lovrencsics rolou para o meio e Zubkov finalizou da entrada da área. No entanto, mandou por cima da meta de Szczesny.

Cristiano Ronaldo voltou a aparecer aos 34 minutos. O craque acionou Morata, que arrancou cara a cara com o goleiro e tinha a chance de fazer seu segundo na partida. No entanto, o espanhol rolou para o português, que foi travado por Blazic na hora de marcar.

Segundo Tempo

Com um minuto da segunda etapa, Cristiano Ronaldo já levou perigo. O português bateu falta no meio do gol e assustou o goleiro do Ferencváros.

Aos 11, Cristiano Ronaldo novamente. O atacante recebeu presente de Kharatin e arriscou cruzado para fora. O português poderia ter achado Morata, que estava livre no meio da área.

Aos 14, Morata fez mais um. O espanhol aproveitou corta luz feito por McKennie e finalizou com precisão no ângulo de Dibusz.

Aos 27, o terceiro. Dybala recebeu presente da zaga húngara. Blazic tentou o recuo para Dibusz, que não conseguiu dominar e a bola sobrou limpa para o argentino só empurrar para o gol vazio.

Aos 35, o quarto. E mais um presente dado pelo Ferencváros. O goleiro Dibusz tentou passe na lateral mas deu no pé de Dybala. O argentino chutou, a bola desviou no goleiro e Dvali, ao tentar afastar, marcou contra.

Aos 41, o Ferencváros diminuiu. Após chute cruzado, Boli, da marca do pênalti, arrisca e, na sobra de Szczesny, faz o gol de honra.

Com a vitória, a Juventus chegou aos seis pontos no grupo G e ocupa a 2ª colocação. Já o Ferencváros é o último, com apenas um ponto.

Ficha técnica

Ferencváros 1 x 4 Juventus

GOLS: Morata (7' e 60'), Dybala (72') e Dvali (contra - 81') (Juventus)
Boli (90') (Ferencváros)

FERENCVÁROS: Dibusz; Lovrencsics, Blazic, Dvali e Botka (Heister); Sigér, Ihor Kharatin e Somália; Zubkov (Uzuni); Nguen (Mak) e Isael (Boli). Técnico: Sergiy Rebrov

JUVENTUS: Szczesny; Cuadrado (Frabotta), Bonucci, Chiellini e Danilo; Ramsey (McKennie), Arthur (Betancur) e Rabiot; Cristiano Ronaldo, Chiesa (Bernardeschi) e Morata (Dybala). Técnico: Andrea Pirlo

Estatísticas

É a 100ª vitória da Juventus na Champions League

Morata tem 8 contribuições em gol nos últimos 8 jogos desde que retornou à Juventus

Ferencváros nunca ganhou uma partida em casa pela fase de grupos da Champions League


Classificação

GRUPO G

1. Barcelona: 9 pontos
2. Juventus: 6 pontos
3. Dínamo de Kiev: 1 ponto
4. Ferencváros: 1 ponto


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo nos próximos dias por suas ligas.

  • Domingo, 08/11, 8h30*, Lazio x Juventus, Campeonato Italiano

  • Domingo, 08/11, 13h*, Ferencváros x Mezokovesd, Campeonato Húngaro

*horário de Brasília