<
>

Seleção de R$ 4 bilhões: o time dos jogadores mais caros que trocaram de clube no mercado

O mercado de transferências de meio de ano não foi tão intenso como normalmente, já que houve um impacto financeiro da pandemia do coronavírus no futebol. De qualquer forma, isso não impediu que muitos clubes fizessem transações de alto custo.

Por exemplo, uma equipe dos jogadores que mais movimentaram dinheiro em transferências nesta janela totalizou 615,5 milhões de euros (R$ 4,04 bilhões na cotação atual), de acordo com números do site Transfermarkt. O time foi montado no 4-4-2 e com jogadores de fato de cada posição – em caso de improvisações, o valor da seleção seria ainda maior.

O clube com maior número de representantes é o Chelsea, com três jogadores. Aliás, os Blues foram os que mais gastaram no geral na janela, com um débito de 171,2 milhões de euros.

Vale destacar que a equipe abaixo incluiu os nomes de Arthur e Miralem Pjanic, que foram envolvidos em troca entre Barcelona e Juventus.

Além disso, foi considerado Álvaro Morata, que acabou contratado em definitivo pelo Atlético de Madrid por 56 milhões de euros, antes de ser emprestado por 10 milhões de euros à Juventus.

Confira baixo como ficou o time (valores do site Transfermarkt):

Goleiro

  • Édouard Mendy (Chelsea) - 24 milhões de euros

Defesa

  • Achraf Hakimi (Inter de Milão) - 40 milhões de euros

  • Rúben Dias (Manchester City) - 68 milhões de euros

  • Nathan Aké (Manchester City) - 45,3 milhões de euros

  • Ben Chilwell (Chelsea) - 50,2 milhões de euros

Meio de campo

  • Arthur (Juventus) - 72 milhões de euros

  • Miralem Pjanic - 60 milhões de euros

  • Thomas Partey - 50 milhões de euros

  • Kai Havertz (Chelsea) - 80 milhões de euros

Atacante

  • Álvaro Morata (Atlético de Madrid) - 56 milhões de euros

  • Victor Osimhen (Napoli) - 70 milhões de euros