<
>

Corinthians: Otero lembra 'furada' de quarentena com Cazares no Atlético-MG e dá conselhos

play
Otero fala sobre chegada de Cazares ao Corinthians e 'furada' na quarentena: 'A gente não aguentava mais ficar em casa' (0:48)

Venezuelano disse não conversar com o ex-colega de Atlético sobre interesse do Corinthians (0:48)

Juan Cazares e Romulo Otero podem reviver no Corinthians a parceria dos tempos de Atlético-MG. O equatoriano negocia com o clube paulista e seria muito bem recebido pelo venezuelano.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, Otero lembrou, inclusive, que chegou a quebrar o período de quarentena em Belo Horizonte, para jogar uma partida amadora, em episódio que chegou a causar polêmica em Minas Gerais.

"Sim, tenho uma boa relação com o Cazares. Como você falou, a gente furou a quarentena juntos porque não aguentávamos mais ficar em casa", disse o meia-atacante, que garantiu não conversar com Cazares sobre o possível reencontro no Corinthians.

"A gente conversa sobre outras coisas, a gente não fala muito sobre se ele vai vir ou não. O que eu sei é o que aparece nas redes sociais, e não posso falar alguma coisa que não sei. Mas se ele vier, com certeza, vai ajudar demais, porque é um cara que joga muita bola", completou.

Embora não tenha falado com Cazares sobre o Corinthians, Otero revelou quais seriam seus conselhos para o amigo em caso de chegada ao clube.

play
0:45

Otero brinca com apelido de 'Scorpion' e dá resposta sincera sobre ter o chute mais 'venenoso' do Brasil

Venezuelano se divertiu com pergunta em coletiva no Corinthians

"Falaria as mesmas coisas que falaram para mim. Time grande, muita pressão, independente se jogar bem ou mal, a vontade não pode faltar. Ajudar os companheiros, lutar a cada jogo até o final. E isso tenho certeza que ele vai ter na cabeça dele e colocar em prática", respondeu.

"Com a bola, é um jogador, todo mundo sabe. Mas, se não tiver um bom jogo, tem que lutar até o final, porque o Corinthians é desse jeito", completou.

Cazares tem acerto encaminhado com o Corinthians, mas as partes ainda discutem os detalhes finais do negócio. O principal empecilho, porém, é a liberação com o Atlético-MG – os mineiros ainda devem dinheiro ao jogador, e os paulistas não pretendem investir pelo meia.