<
>

Itália investiga possível fraude de Luis Suárez em prova para obter cidadania

O exame que Luis Suárez passou para obter cidadania italiana está sendo investigado na Itália por possíveis irregularidades. A informação, confirmada pela ESPN, foi noticiada primeiramente pelo jornal “La Reppublica”.

O atacante, que ainda pertence ao Barcelona, não está sendo pessoalmente investigado no momento, mas sim a Universidade para Estrangeiros em Perugia, onde ele passou pela prova, no último dia 17 de setembro.

As primeiras buscas encontraram possíveis irregularidades no teste de Suárez. Em um comunicado, a procuradoria local afirmou que o candidato teria recebido informações antes da prova, que acabou antes do tempo estabelecido.

Se a fraude for comprovada, o uruguaio pode ser denunciado criminalmente pela Justiça da Itália, o que, segundo fontes ouvidas pela ESPN, acarretaria em uma multa, mas sem consequências esportivas.

Suárez iniciou o processo para a obtenção da cidadania italiana enquanto negociava com a Juventus. A intenção era que ele não ocupasse uma vaga de estrangeiro no time. O clube de Turim, porém, não teve qualquer ligação com o exame.

As suspeitas tiveram início depois da informação de que o teste do atacante durou apenas meia hora, quando normalmente se prolonga por mais de duas horas.

Antes da notícia da investigação, a Juventus já havia desistido da contratação de Suárez, diante de atrasos no processo. O jogador tem um acerto verbal para se transferir para o Atlético de Madrid, mas o Barcelona tenta evitar o negócio de graça.