<
>

Olympique diz que Álvaro 'não é racista' e revela que atleta está sendo ameaçado de morte

O Olympique de Marselha saiu nesta segunda-feira em defesa do zagueiro Álvaro González, que foi acusado de racismo pelo atacante Neymar no último domingo, durante a vitória da equipe do sul da França sobre o Paris Saint-Germain, pelo Campeonato Francês.

Em comunicado divulgado em seu site oficial, o Olympique afirmou que o atleta espanhol "não é racista".

"Ele demonstrou isso a nós por seu comportamento diário desde que foi contratado pelo clube, e seus companheiros de equipe testemunharam a favor dele", escreveu o OM.

A equipe de Marselha também revelou que Álvaro está recebendo ameaças de morte na internet.

"O clube condena a disseminação do número de telefone privado de Álvaro González e seus parentes na mídia brasileira e nas redes sociais ao longo da noite, o que levou a assédio constante, inclusive com ameaças de morte", ressaltou.

Por fim, o OM salientou que sempre foi um "símbolo" da luta contra o racismo na França.

"O Olympique de Marselha é um símbolo do anti-racismo no esporte profissional francês, como mostram a história do clube e da cidade de Marselha", garantiu.

"Estamos sempre compromeditos em erradicar esse mal. Os jogadores demonstram isso em seu comportametno diário, tanto dentro quanto fora de campo", finalizou.

CONFIRA O COMUNICADO COMPLETO

O Olympique de Marselha está muito satisfeito com a vitória de ontem sobre o Paris Saint-Germain. Essa vitória, obtida de foram justa, foi conseguida em campo graçados ao constante comprometimento dos jogadores, que conseguiram aplicar perfeitamente a estratégia que foi previamente definida.

Álvaro González não é racista. Ele demonstrou isso a nós por seu comportamento diário desde que foi contratado pelo clube, e seus companheiros de equipe testemunharam a favor dele. O clube segue à disposição do Comitê Disciplinar para cooperar de foram total com as investigações dos eventos que marcaram a partida.

Essa controvérsia é séria e já tem consequências graves. O clube condena a disseminação do número de telefone privado de Álvaro González e seus parentes na mídia brasileira e nas redes sociais ao longo da noite, o que levou a assédio constante, inclusive com ameaças de morte.

O Olympique de Marselha é um símbolo do anti-racismo no esporte profissional francês, como mostram a história do clube e da cidade de Marselha. Estamos sempre compromeditos em erradicar esse mal. Os jogadores demonstram isso em seu comportametno diário, tanto dentro quanto fora de campo.