<
>

Klopp explica por que Liverpool não gastará como outros clubes: 'Alguns são comandados por países, oligarquias'

O Liverpool tem sido discreto nas últimas janelas do mercado de transferências, e desta vez não é diferente. Até porque há o impacto financeiro da pandemia do coronavírus no futebol. Em meio a este cenário, o técnico Jürgen Klopp comentou a respeito do assunto em entrevista à rádio BBC Radio 5 Live.

“Os clubes estão em diferentes situações, e estamos vivendo em incertezas no mundo”, afirmou. “Para alguns clubes, isso parece ser menos importante quão incerto é o futuro, porque eles pertencem a países, pertencem a oligarquias, e isso é a verdade”.

Até o momento, os atuais campeões da Premier League só investiram no lateral-esquerdo Konstantinos Tsimikas, do Olympiakos.

“Somos um tipo de clube diferente. Alcançamos a final da Champions League dois anos atrás, ganhamos no ano seguinte e ganhamos a Premier League sendo o clube que somos”, afirmou o técnico alemão. “Não podemos mudar da noite para o dia e dizer: ‘agora queremos nos comportar como o Chelsea’”.

Os Blues, mencionados por Klopp, têm sido um dos clubes mais ativos do mercado, sendo que investiram mais de 200 milhões de euros nesta janela com nomes como Kai Havertz, Timo Werner, Hakim Ziyech e Ben Chilwell, além de ter se reforçado com Thiago Silva, que chegou sem custos.

“Queremos sempre melhorar nosso elenco, mas há diferentes maneiras, uma é contratar novos jogadores e outra é trabalhar junto, melhorar as coisas que você é bom e tentar anular as coisas em que você não é bom”, disse o técnico do Liverpool. “É o futebol. Ninguém quer falar sobre treino e somente sobre contratações”.