<
>

Cristiano Ronaldo é o 2º: conheça Ali Daei, o outro único jogador da história a fazer 100 gols pela seleção

play
Quaresma é anunciado pelo Vitória de Guimarães com cavalo branco, castelo, Mustang e até mordomo (1:15)

Via Twitter @VitoriaSC1922 | 'Vida longa ao Rei, a Dinastia Quaresma começa agora', publicou o clube (1:15)

Nesta terça-feira, Cristiano Ronaldo fez dois gols diante da Suécia e alcançou a marca de 101 tentos por Portugal.

O craque da camisa 7, porém, não é o primeiro jogador da história a ultrapassar a marca de 100 gols por sua seleção nacional.

Ali Daei foi um atacante que começou sua carreira em 1987 e jogou até 2007. Pela seleção do Irã, marcou 109 gols em 149 partidas durante os 13 anos que vestiu a camisa de seu país.

O iraniano começou a carreira no Irã e ficou por lá por 10 anos até ser contratado para jogar na Bundesliga em 1997.

Recém promovido à primeira divisão, o Arminia Bielefeld foi buscar o jogador, que já se destacava pela seleção do Irã e foi um dos grandes nomes da Copa da Ásia de 1996, e fez a aposta para Daei ser o camisa 9 que ia evitar uma volta ao nível inferior do futebol alemão.

Depois de uma boa temporada pelo clube alemão, Daei foi convocado para jogar a Copa do Mundo de 1998, na França, a segunda da história do Irã e na qual Daei marcou nove gols em 17 jogos nas eliminatórias.

Foi nos gramados franceses que o Irã conseguiu o maior resultado de sua história: uma vitória por 2 a 1 sobre os Estados Unidos na fase de grupos, no que é considerado o jogo mais "politicamente tenso" da história das Copas.

Após a Copa do Mundo, Daei foi contratado pelo Bayern de Munique. Pelo gigante alemão, se transformou no primeiro asiático a jogar uma partida de Champions League e fez 6 gols em apenas 23 partidas. Na sequência, jogou no Hertha Berlin e voltou a seu país, aonde ficou até se aposentar em 2007, mas não sem antes deixar dois momentos históricos pelo Irã.

Em 2003, em um jogo contra o Líbano, empatou o então recorde de gols internacionais de Ferenc Puskás, com 84. No ano seguinte, se transformou no primeiro jogador da história a fazer 100 gols por sua seleção após anotar quatro diante de Laos. Daei ainda jogou a Copa de 2006 e se aposentou com 109 tentos pelo Irã, recorde que Cristiano busca bater.