<
>

Torrent se assustou com jogadores acima do peso no Flamengo e explica derrotas: 'Ritmo muito baixo'

play
'Jogadores foram sócios nesse papelão': Mauro revela 'susto' que Torrent tomou ao chegar no Flamengo, mas vê mudanças exageradas do treinador (4:45)

Comentarista pontuou que jogadores estão em forma física abaixo do esperado (4:45)

Após a dura derrota por 3 a 0 para o Atlético-GO, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico do Flamengo, Domènec Torrent, não escondeu que não gostou do desempenho físico apresentado por sua equipe.

Em sua coletiva pós-jogo, o espanhol falou em "ritmo muito baixo" para descrever a atuação rubro-negra em Goiânia, e pediu "tempo" para conseguir uma evolução.

"Não temos torcida, jogamos depois de 24 dias, mas parece que estamos na pré-temporada. Estamos em um ritmo muito, muito baixo", afirmou.

"As equipes têm um ritmo mais alto que nós, mas vamos trabalhar duro para voltar a fazer essa equipe vencedora. É meu trabalho, é trabalho dos jogadores. Ele são vencedores e com certeza vão vencer outra vez. Mas precisamos de tempo, isso é futebol", salientou.

"Eu preciso (de tempo), os jogadores precisam. Não para jogar com Dome como técnico, mas para estarem melhores fisicamente, para jogarem mais jogos e voltar a vencer. Todos estamos muito envolvidos para fazer essa equipe vencedora de novo", prometeu.

play
1:04

Para Filipe Luís, problemas defensivos do Flamengo não foram culpa da ausência de Rafinha: 'Poderia ter jogado; ia acontecer a mesma coisa'

Lateral-direito começou no banco, e Rodrigo Caio jogou o primeiro tempo na posição

Fato é que Torrent não gostou da forma física que encontrou os atletas flamenguistas quando se apresentou na Gávea.

Segundo informações de Mauro Cezar Pereira, comentarista da ESPN Brasil, o ex-auxiliar de Pep Guardiola ficou surpreso ao encontrar vários jogadores acima do peso e totalmente fora de ritmo após as "mini-férias" ocorridas entre o final do Campeonato Carioca e o início do Brasileirão.

Domènec, por sua vez, voltou a pedir calma e lembrou o tempo que o Fla ficou parado antes de começar o Nacional, no qual perdeu suas duas partidas até agora.

"Eu sei que não é normal (perder dois jogos seguidos), porque o Flamengo é vencedor, ganhou quase tudo. Eu sou vencedor, não me lembro de perder dois jogos seguidos. Mas isso acontece algumas vezes no futebol. Isso vai acontecer algumas vezes agora na volta do futebol porque as vezes a outra equipe jogou muito mais jogos que você ou você está sem jogar há 24 dias", argumentou.

"Não é fácil! Quando você jogou futebol, sabe que precisa de ritmo, de mais treinamentos para ter um ritmo alto. Quando voltarmos ao ritmo alto, temos mais possibilidades de vencer novamente. Mas estamos trabalhando duro, todos os jogadores e comissão, para voltar a ganhar de novo. Mas não é fácil porque isso é futebol e todos estão muito bem preparados para vencer equipes como o Flamengo, todo mundo quer vencer o Flamengo porque o Flamengo venceu quase todos no ano passado", finalizou.