<
>

Flamengo: Bap lembra erro de Lincoln em final do Mundial de Clubes, e empresário rebate

play
Vice de finanças do Flamengo diz que clube não deve ir ao mercado no momento: 'Não faz parte do plano contratar ninguém' (0:54)

Rodrigo Tostes, dirigente rubro-negro, deu entrevista exclusiva ao repórter Pedro Henrique Torre (0:54)

Lincoln esteve no meio de uma desavença nesta semana. O atacante do Flamengo foi citado por Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente do clube, pelo erro em um chute nos minutos finais da derrota para o Liverpool, no Mundial de Clubes. O empresário do jogador, Vitão Remiro, respondeu.

O dirigente rubro-negro disse, ao canal "Paparazzo Rubro-Negro", que alguns fatores decidiram o título mundial de 2019. A diferença de jogos, já que os ingleses estavam no meio da temporada, enquanto o Flamengo jogava sua última partida do ano, era um dos problemas.

O outro, segundo Bap, foi o lance a um minuto do fim da partida, em que Lincoln recebeu de Vitinho e bateu por cima, na última chance de empate. Para o cartola, "se tivesse Pedro ou Reinier no lugar do Lincoln, o destino poderia ser outro".

A declaração não foi bem aceita pelo empresário do jogador, que se pronunciou por meio de um comunicado, divulgado pelo "Globoesporte.com".

"Recebi com estranheza o comentário de Luiz Eduardo Baptista, o tal BAP, sobre o gol perdido pelo Lincoln na final do Mundial em uma entrevista recente. Aliás, estou tentando entender até agora qual é a intenção do referido dirigente", escreveu o agente.

"Não temos nada que reclamar do Flamengo, dirigentes sempre corretos e profissionais, cito aqui o presidente Landim, Marcos Braz e o Bruno Spindel. O BAP está em outro patamar, o de baixo. O que é lamentável. Para o Flamengo. Para o futebol", concluiu.

Lincoln também respondeu. No modo stories do Instagram, o atacante escreveu "Muitas vezes é melhor ficar calado!", sem citar o nome de Luiz Eduardo Baptista ou fazer qualquer menção às declarações.

O atacante tem 19 anos, 40 jogos na equipe principal do Flamengo e cinco gols. Seu contrato vai até dezembro de 2023, com multa estipulada em 45 milhões de euros.

Antes de Lincoln, Luiz Eduardo Baptista já tinha se envolvido em outras polêmicas recentes. Nos últimos dias, ele ofendeu o atacante Lucas Pratto, do River Plate, ao lembrar uma frase dele na Libertadores de 2018, e também disse que Abel Braga "bebeu ou parecia drogado" em sua última passagem pelo clube.