<
>

Justiça confirma título do PSG, 'ignora' reclamação do Lyon, mas barra rebaixamento no Francês

play
Argentino do PSG conta como é dia a dia com Neymar e elogia: 'Um fenômeno' (0:34)

Paredes conversou com a ESPN e falou sobre o brasileiro do PSG (0:34)

A mais alta corte administrativa da França rejeitou um apelo do Lyon contra o precoce encerramento do Campeonato Francês, mas suspendeu o rebaixamento do Toulouse e Amiens, conforme comunicado divulgado nesta terça-feira.

A Ligue 1 decidiu encerrar a temporada com dez rodadas de antecedência por conta do impacto do coronavírus. Com isso, as posições finais foram determinadas de acordo com o aproveitamento de pontos de cada equipe.

O Lyon terminou na sétima colocação, sem conseguir uma vaga em competições europeias por meio do campeonato nacional. A equipe estava dez pontos atrás do Rennes, que fechou o G-3 e ficou com a última vaga na Champions League.

Por falar no torneio continental, o clube ainda está na disputa, tendo vencido o jogo de ida das oitavas de final contra a Juventus por 1 a 0.

Tendo em vista que dois times conseguiram o acesso da Ligue 2 (Lorient e Lens), o Conselho do Estado ordenou que a Liga de Futebol da França reveja seu campeonato para a próxima temporada. Dessa forma, pode ser que a primeira divisão tenha 22 integrantes em 2020-21.

O PSG terminou como campeão francês, enquanto que Olympique de Marselha e Rennes ficaram com as outras duas vagas da Champions League. O Lille irá para a Liga Europa.

Nice e Reims ficarão com as outras duas vagas da Liga Europa, a menos que as finais das copas sejam disputadas e o Lyon e o Saint-Etienne vençam o PSG, que está em ambas decisões.