<
>

Pochettino lembra história engraçada com Mourinho, se diz feliz por português no Tottenham e se prepara para voltar

Mauricio Pochettino está sem treinar um time desde novembro, quando foi demitido do Tottenham, clube que fez alcançar a final da última Champions League. Agora, ele vê o time ser treinado por José Mourinho, com quem nutre uma boa relação. Aliás, essa amizade começou com uma história engraçada que o argentino contou em entrevista ao jornal inglês Guardian.

Antes de uma partida do Espanyol contra o Real Madrid, então treinado por Mourinho, Pochettino, que era o técnico do time catalão, era apontado como possível candidato a comandar os merengues, caso o português saísse. Ele então foi questionado a respeito em entrevista coletiva.

“Minhas crianças estão dormindo com pijamas do Espanyol toda noite, então é muito difícil pensar sobre mudança de clubes”, disse o argentino, que seria recebido por Mourinho no estádio com presentes. “Era uma garrafa de um vinho francês muito bom para mim e dois kits do Real Madrid”.

“José diz: ‘OK, estes são para os seus filhos usos a partir de agora’. Mantivemos um bom relacionamento desde então, e estou muito feliz que ele esteja no Tottenham, me substituindo. E estou feliz também por ter deixado o clube na condição que deixamos, e é claro que ele é muito grato pela forma que ajudamos a construir o clube, que é agora o seu clube”, declarou Pochettino.

Tendo uma pausa pela primeira vez desde que assumiu o Southampton no começo de 2013, Pochettino se diz pronto para voltar a treinar.

“Tem sido um tempo incrível para rever e analisar tudo: sessão de treinamentos, jogos, nossa metodologia, nossos modelos de treinamento... para desenhar trabalhos específicos e coletivos. E, é claro, para tentar adaptar para a nova normalidade, para estar pronto para qualquer eventualidade, porque as demandas serão completamente diferentes. Estamos ansiosos pelo próximo trabalho”, afirmou o argentino.

“O futebol é muito dinâmico, e você precisa estar pronto para o momento, quando a oferta aparece. Estamos prontos. Depois de seis meses, nossos tanques estão completamente cheios.”